Carteiras cripto de SBF, fundador da FTX, serão investigadas pelas autoridades dos EUA

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Dezembro 31, 2022 Updated Dezembro 31, 2022

Carteiras cripto de SBF, fundador da FTX, serão investigadas pelas autoridades dos EUA

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Dezembro 31, 2022 Updated Dezembro 31, 2022

A autoridade dos EUA lançou uma investigação sobre as transações cripto supostamente realizadas pelo fundador da FTX, Sam Bankman-Fried.

 

De acordo com os últimos relatórios, os promotores federais estão investigando uma série de transações de criptomoedas que analistas on-line vincularam a carteiras digitais associadas ao magnata cripto Sam Bankman-Fried. O montante desses fundos foi estimado em mais de um milhão de dólares pelo rastreador de dados Arkham Intelligence. No entanto, SBF afirmou anteriormente ter apenas US$100.000 restantes em sua conta bancária.

 

Carteiras cripto de SBF sob escrutínio

 

Nos últimos dias, analistas de blockchain têm acompanhado o movimento de fundos que parecem estar ligados a carteiras digitais associadas ao ex-presidente-executivo da exchange FTX e seu extinto fundo de hedge Alameda Research.

 

Bankman-Fried negou as acusações e afirmou que não foi ele quem conduziu essas transações em um tweet que ele enviou na sexta-feira.

 

A comunidade de criptomoedas, por outro lado, continua a acreditar que SBF está fabricando fatos. Eles também suspeitam que o fundador da FTX sacou mais de US$684.000 para uma exchange de criptomoedas em Seychelles enquanto estava em prisão domiciliar nos Estados Unidos.

 

A Saga FTX

 

No início deste mês, acusações criminais foram apresentadas contra Bankman-Fried por seu papel no fracasso da FTX. Agora, os promotores do Distrito Sul de Nova York estão tentando determinar as transações misteriosas que ocorreram recentemente; e se Bankman-Fried está ou não apenas redistribuindo seus próprios ativos ou sacando-os sem consentimento, se ele é o único por trás dessas transações.

 

Bankman-Fried, também conhecido por suas iniciais SBF, recebeu fiança de US$250 milhões e foi liberado há uma semana. O fundador da FTX está impedido de fazer transações financeiras no valor de mais de US$1.000 sem primeiro receber a aprovação das autoridades ou de um juiz, com exceção do pagamento de taxas ou custos legais. Se ele desconsiderou essas condições é incerto neste momento.

 

Por outro lado, como relatado no CoinGape recentemente, das alegações criminais em um tribunal federal de Manhattan em 3 de janeiro de 2023, perante o juiz distrital dos EUA Lewis Kaplan.

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
2956 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story