Bitcoin não é sinônimo de pirâmide financeira, defende exchange de criptomoedas


Bitcoin não é sinônimo de pirâmide financeira, defende exchange de criptomoedas

A CointradeCX, exchange Uruguaia com atuação também no Brasil, publicou em seu blog um texto educativo a fim de tentar desassociar a imagem do Bitcoin ao conceito e à prática do crime de pirâmide financeira. A iniciativa se contextualiza após uma longa série de escândalos em várias empresas do ramo no Brasil em 2019, cujos reflexos se fazem sentir no mercado até o presente momento.

Fonte: Blog Cointrade

Os principais motivos pelos quais algumas pessoas confundem o próprio Bitcoin com uma pirâmide financeira em si são: desconhecimento alimentado pela mídia; o efeito de rede que cria a volatilidade do Bitcoin; os projetos maliciosos e pirâmides financeiras que usam o Bitcoin como isca. Vamos dar uma olhada em cada um desses pontos brevemente.

O Desconhecimento alimentado pela mídia

A mídia serve ao poder e o poder se sente ameaçado pelo Bitcoin e pelas criptomoedas em termos de seu potencial de disrupção e de mudar o eixo do poder do dinheiro e, por isso, a mídia exagera os casos negativos com o Bitcoin, inclusive alimentando a ideia de que ele seria uma bolha, algo para criminosos, algo perigoso e anônimo que só serve ao mal, e também uma espécie de pirâmide financeira, em função de que quem chega primeiro ganhar dinheiro e quem chega por último perde.

O Efeito de Rede e a Volatilidade

A volatilidade do Bitcoin é a razão de seu sucesso, quando o ativo valoriza absurdamente, e do medo que as pessoas criam a respeito dele quando ele cai como se não houvesse amanhã. As forças do mercado em termos de simples demanda e procura, aliada a especulações, manipulações, ataques da tecnologia e das criptomoedas, melhoria da infraestrutura do ecossistema como um todo, são pontos negativos e positivos que criam o contexto das altas e quedas da moeda, que fascinam a fazem temer tanta gente. Uma narrativa maldosa e divorciada da realidade dos fatos faz parecer com que o Bitcoin tenha efeitos parecidos com as de uma pirâmide financeira, ou uma bolha, mas em realidade, o ativo ainda é uma novidade, deixada à mercê da especulação enquanto seu volume total de mercado não se torna mais e mais estável diminuindo os riscos da volatilidade, mas também diminuindo as chances de ganhos acima do padrão comum.

Projetos maliciosos e pirâmides financeiras que usam o Bitcoin como isca.

A maior razão pela qual algumas pessoas vêem o Bitcoin como pirâmide, tem que ver com o fato de muitos golpes financeiros usarem o Bitcoin e suas boas características para atrair um grande número de pessoas com promessas de lucros exorbitantes para depois fugirem com o dinheiro das pessoas quando o “sistema” deixa de ser sustentável. Essa é uma realidade que já vimos se repetir muitas vezes no mercado, mas em geral qual se encanta com esse tipo de proposta fica surdo às advertências de perigo e só acorda com seu dinheiro “de repente” bloqueado.

Conclusão

A iniciativa da CointradeCX é excelente, e todas as exchanges e players sérios do mercado de criptomoedas devem se envolver em educar seus usuários para não incorrerem nos riscos de sofrer danos pelo envolvimento com o que é ilícito e ruim nesse mercado.

Óbvio que o mercado continuará a apresentar desafios, especialmente à medida em que as criptomoedas se tornem cada vez mais seguras, revolucionárias, poderosas e valiosas. Um mercado assim sempre atrairá o pior tipo de pessoas que existe. Dessa forma, a educação é a arma constante para ajudar as pessoas a separarem o joio do trigo.

Confundir o Bitcoin em si com uma pirâmide financeira é não entender nada a respeito de um e nem do outro. Da mesma forma, cair em pirâmides financeiras que usam o Bitcoin simplesmente como isca e pretexto é não entender nem o Bitcoin nem a natureza e o inevitável fim dos golpes feitos em nome dele cujo único objetivo é enriquecer seus fundadores com o dinheiro das pessoas que acreditam em lucros insustentáveis.

Summary
Bitcoin não é sinônimo de pirâmide financeira, defende exchange de criptomoedas
Article Name
Bitcoin não é sinônimo de pirâmide financeira, defende exchange de criptomoedas
Description
A CointradeCX, exchange Uruguaia com atuação também no Brasil, publicou em seu blog um texto educativo a fim de tentar desassociar a imagem do Bitcoin ao conceito e à prática do crime de pirâmide financeira. A iniciativa se contextualiza após uma longa série de escândalos em várias empresas do ramo no Brasil em 2019, cujos reflexos se fazem sentir no mercado até o presente momento.
Author
Publisher Name
CoinGape
Publisher Logo
Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Ezequiel Gomes

Ezequiel Gomes é escritor, Youtuber, palestrante, jornalista e entusiasta incondicional da blockchain e da descentralização proporcionada pelas criptomoedas.

Publique seu comentário...
Ezequiel Gomes 912 Articles

Ezequiel Gomes é escritor, Youtuber, palestrante, jornalista e entusiasta incondicional da blockchain e da descentralização proporcionada pelas criptomoedas.

Follow Ezequiel @