A China Aperta o Cerco: Como O Tether Se Adaptará A Uma Legislação Mais Rígida?

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Outubro 26, 2020 Updated Outubro 26, 2020
china

A China Aperta o Cerco: Como O Tether Se Adaptará A Uma Legislação Mais Rígida?

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Outubro 26, 2020 Updated Outubro 26, 2020

O escritório do Banco Popular da China (PBoC) na cidade de Huizhou anunciou na quinta-feira, 23 de outubro, que três sites de jogos foram fechados e 77 indivíduos foram presos em conexão com suposta lavagem de dinheiro.

As acusações envolvem os suspeitos aproveitando-se do Tether USDT, uma criptomoeda atrelada ao dólar americano, em suas tentativas de “encobrir” ou ocultar a história dos fundos em questão, totalizando cerca de 120 milhões de yuans ou quase 18 milhões de dólares americanos.

Recentemente, o Tether e outras stablecoins tiveram um aumento na popularidade. Eles fornecem um meio de valor estável no mercado de criptomoedas e têm grande potencial, em teoria, para outros usos, como pagamentos. No entanto, caso em questão, as stablecoins ainda são suscetíveis ao uso indevido e continuam a atrair a preocupação dos reguladores. Embora a ampla adoção pelas empresas seja um próximo passo importante para o Tether, as organizações permanecem relutantes devido aos desafios legais e regulatórios que podem enfrentar ao fazer isso.

A maior parte da aplicação das regulamentações KYC e AML sobre criptomoeda hoje ocorre em aplicativos e serviços, não em blockchains. Isso significa que os malfeitores podem fugir das regras simplesmente escolhendo um aplicativo ou serviço diferente. Isso representa riscos para as empresas que, de outra forma, gostariam de adotar o Tether, e para o próprio Tether à medida que os governos aumentam a fiscalização.

A solução é garantir a conformidade na blockchain. A maioria das tentativas disso usou redes centralizadas ou privadas – blockchains mais experimentais onde a segurança não é tão comprovada pela indústria quanto o Bitcoin. As empresas sérias geralmente evitam adotá-las por causa dos riscos de responsabilidade e do potencial de outras partes desconfiarem do ledger. Por outro lado, tentativas recentes com blockchains descentralizadas forneceram fiscalização muito limitada e serviço inferior que não pode ser escalonado para atender às demandas.

A boa notícia: as soluções estão começando a surgir. Um excelente exemplo é visto nos recentes desenvolvimentos de conformidade da Syscoin, uma plataforma de token pública descentralizada projetada principalmente para escalar os pagamentos para a demanda global. O Syscoin, que é sem permissão e sem censura por padrão, oferecerá ao Tether e outros tokens a capacidade de “aceitar” a conformidade em uma rede escalável. Quando o Tether ativa isso, a rede blockchain do Syscoin garantirá que todas as transações USDT atendam aos requisitos antes de serem notarizadas (ou assinadas, no jargão do blockchain) e liquidadas.

As regras de conformidade da Syscoin podem usar informações de identidade, histórico de transações e bancos de dados off-chain para verificar a legalidade de uma transação pendente. Além disso, o Tether poderá aplicar regras específicas com base no país ou zona econômica e atualizá-las para permanecer em conformidade com os regulamentos em evolução. Espera-se que esses “Conjuntos De Regras De Conformidade Impostos Pela Rede” tornem mais fácil para as organizações a adoção de stablecoins e tecnologia de blockchain. A equipe de desenvolvimento do Syscoin planeja entregar isso com o Syscoin Core versão 4.2, que é esperado para o primeiro trimestre de 2021.

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
1795 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story