Como as “Puxadas de Tapetes” DeFi Estão Se Tornando A Ruína Da Indústria


Como as “Puxadas de Tapetes” DeFi Estão Se Tornando A Ruína Da Indústria

À medida que os mercados de criptomoedas continuam recuando, os tokens DeFi estão sendo atingidos de maneira particularmente forte e os investidores estão cada vez mais cautelosos com a tendência crescente de ‘puxar o tapete’.

Em essência, uma puxada de tapete é semelhante a um “pump and dump”. Os tokens são artificialmente inflados por euforia e liquidez espúria, apenas para serem vendidos ou descartados em um pico, deixando os retardatários fora do bolo.

Isso deixou muitos tokens DeFi com padrões de gráfico que se assemelham aos que foram vistos por incontáveis altcoins durante o boom de ICOs de 2017/2018. Os analistas até brincaram que alguns gráficos parecem a icônica torre Burj Khalifa de Dubai, que é efetivamente um enorme pico no céu.

Liquidação de Puxadas de Tapete DeFi

O famoso analista Josh Rager postou recentemente como ele acabou de liquidar um grande estoque desses ativos que agora valem uma ninharia.

Muitos desses clones DeFi são apenas smart contracts ajustados, lançados por entidades anônimas, sem apoio ou auditoria de código. Eles são movidos pela euforia e tendem a atrair ‘degens’, ou fazendeiros degenerados, apenas em busca de um dinheirinho rápido.

Os tokens são inicialmente distribuídos ou tem airdrops em maior número para os primeiros usuários que fornecem esse aumento de liquidez no início. À medida que a euforia aumenta, mais liquidez flui e os retardatários perdem quando os tokens são vendidos por muitas vezes seu valor original. Todo esse processo pode acontecer em poucas horas.

Isso é possível devido à natureza das exchanges descentralizadas, como a Uniswap, que permitem a qualquer pessoa criar qualquer tokens e listá-los, desde que tenha a liquidez equivalente em outro token, geralmente ETH.

Rager brincou que poderia usar as perdas para contabilizar os ganhos de capital para fins fiscais neste ano.

Dumps DeFi em 2020

Houve uma série de protocolos DeFi altamente bem-sucedidos este ano, que viram seus tokens nativos aumentarem centenas porcento. Geralmente são plataformas mais estabelecidas, com maior transparência e smart contracts totalmente auditados.

Por outro lado, houve uma série de imitadores que simplesmente não alcançaram a classificação e a premissa de que a DeFi já havia atingido o pico. SushiSwap é provavelmente o melhor exemplo disso com seu início eufórico e padrão de gráfico de “pump and dump”. No momento em que este artigo foi escrito, os tokens SUSHI eram negociados por US$0,62, uma queda de 94% em relação ao pico.

Swerve é outro exemplo com preços SWRV abaixo de 90%, e o protocolo bZx viu seu token nativo cair 92% desde a alta histórica após uma série de explorações de segurança. Quase todos os tokens DeFi estão em declínio no momento, mas muitos eram apenas golpes desde o início, e é por isso que vale a pena sempre fazer sua própria pesquisa.

Summary
Como as "Puxadas de Tapetes" DeFi Estão Se Tornando A Ruína Da Indústria
Article Name
Como as "Puxadas de Tapetes" DeFi Estão Se Tornando A Ruína Da Indústria
Description
À medida que os mercados de criptomoedas continuam recuando, os tokens DeFi estão sendo atingidos de maneira particularmente forte e os investidores estão cada vez mais cautelosos com a tendência crescente de 'puxar o tapete'.
Author
Publisher Name
CoinGape
Publisher Logo
Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Guilherme de Faria Martins da Silva
Publique seu comentário...