Cripto Tax Loss Harvesting: Como funciona a colheita de impostos? Isso funciona em perdas de cripto?

Por Guilherme de Faria Martins da Silva
Publicados Fevereiro 9, 2023 Atualizado Fevereiro 9, 2023
By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Fevereiro 9, 2023 Updated Fevereiro 9, 2023

A coleta de perdas fiscais cripto permite que os investidores reduzam sua renda tributável, registrando perdas de capital e compensando ganhos de capital.

 

O mercado de criptomoedas vem lutando contra as baixas há mais de um ano. Além disso, há um declínio acentuado na capitalização de mercado da criptomoeda. As mudanças nas leis fiscais de cripto em quase todas as nações do mundo adicionaram mais combustível ao fogo. Além disso, toda nuvem tem um lado positivo e, neste caso, é a coleta de perda de impostos de criptomoedas, um método pelo qual os investidores podem vender ativos por uma perda e economizar impostos.

Neste artigo, estamos decodificando a coleta de perdas fiscais de criptomoedas, mecanismos e relatórios de perdas de criptomoedas.

O que é a coleta de perda de impostos cripto?

Uma estratégia de coleta de perda de impostos em criptomoedas implica declarar a criptomoeda com prejuízo e compensar a diferença com ganhos de capital da venda de outros ativos cripto. Normalmente, a coleta de impostos cripto é uma estratégia de compensar ganhos de capital com perdas de capital.

A coleta de perda de impostos cripto só é possível quando várias criptomoedas estão no portfólio. Para reivindicar uma perda no criptoativo, o investidor deve vender tokens e usar os recursos para comprar moedas semelhantes dentro de 30 dias após a venda. O processo é chamado de “regra de venda branca”. A coleta de perda de impostos com criptomoedas é extremamente benéfica para reduzir a carga tributária.

Vamos entender com a ajuda de um exemplo: suponha que o investidor Z comprou cripto por US$12.000 e depois registrou um lucro de US$3.000 vendendo-o por US$15.000. O ganho de capital incorrido por Z será de US$3.000. Para compensar o ganho de capital, o investidor terá que sofrer uma perda de US$3.000.

Muitas nações impõem restrições sobre como as perdas de capital podem ser ajustadas; só podem ser utilizados para compensar as mais-valias. Além disso, algumas leis estabelecem um limite específico para a compensação.

Como funciona a coleta de perdas fiscais em criptomoedas?

A coleta de perdas fiscais cripto compensa os ganhos de capital com perdas de capital. A estratégia é colher a perda para compensar ganhos e renda simultaneamente. Os recursos da transação podem então ser substituídos por outro ativo para alcançar o melhor resultado, diminuindo a responsabilidade fiscal. É assim que os investidores podem utilizar a coleta de perda de impostos cripto:

  1. Avaliando o portfólio: Uma compreensão completa do portfólio de criptomoedas é essencial. Isso torna a compra e venda de tokens mais fácil de entender. Além disso, o planejamento de qual token vender para registrar uma perda e compensar ganhos de capital será facilitado.
  2. Prazo: As mais-valias e perdas podem transitar para o mês subsequente ou para o ano seguinte. Ele pode ajudar os investidores a usar a estratégia enquanto faz investimentos de longo prazo.
  3. Ajustes de ganhos de capital: Os ganhos de capital impactam diretamente as placas tributárias. Vender criptomoedas com prejuízo pode compensar imediatamente os ganhos de capital com perdas.
  4. Planeje a perda de capital: Todo o fenômeno da coleta de perdas fiscais gira em torno de perdas de capital. Normalmente, identificar perdas de capital é mais simples do que identificar ganhos. Assim, os investidores em criptomoedas podem reduzir significativamente sua carga tributária com um planejamento cuidadoso.

Limitações da coleta de perda de impostos cripto

Todas as estratégias de redução de impostos implicam certos riscos. A arrecadação de prejuízos fiscais também tem limitações. Aqui estão os riscos da coleta de perda de impostos cripto.

  1. Complicado: Muitas pessoas acham difícil implementar a coleta de perdas fiscais criptográficas. A complexidade do plano é ainda maior com a alteração do estatuto social. É provável que a complexidade dos impostos aumente ao longo do tempo. Eventualmente, seria difícil acompanhar a coleta de perdas fiscais criptográficas.
  2. Leis tributárias variadas: As leis tributárias diferem de uma nação para outra. Em alguns países, os impostos sobre as mais-valias a curto prazo são relativamente mais elevados do que as mais-valias a longo prazo. A implementação da coleta de perdas fiscais cripto nesses casos resultará em ganhos de capital de curto prazo.
  3. Informações insuficientes: Se o investidor não tiver conhecimento suficiente do mercado de criptomoedas e das leis tributárias, a implementação da estratégia pode dar errado. Pode resultar em erros e, em última análise, em severas penalidades fiscais.
  4. Desafiando a regra de lavagem-venda: Vários países limitam as perdas de capital ou restringem a compensação por ganhos de capital. Isso pode reduzir a eficiência da coleta de perdas fiscais.
  5. Mercado volátil: O mercado de criptomoedas é conhecido por sua volatilidade. Durante essas quedas ou ralis pesados, identificar a perda de capital pode ser difícil. Assim, desafiando a estratégia de coleta de perda de impostos cripto.

Como você relata as perdas de criptografia em seus impostos?

O relatório de perdas de cripto pode variar de país para país. Até agora, muitos devem ter pago pesados impostos sobre as perdas de criptomoedas. Aqui estão algumas dicas comuns que podem ser úteis ao relatar perdas de criptografia:

  1. Mantenha um registro detalhado das transações: Manter um registro detalhado das transações de criptografia torna mais fácil manter o livro-razão de criptografia atualizado. A documentação auxilia no cálculo preciso de ganhos e perdas de capital.
  2. Continue acompanhando o preço atual: avaliar o ganho e a perda de capital fica mais simples ao rastrear o preço atual do criptoativo. A diferença é conhecida como perda se o preço de venda cair abaixo do preço de compra. A perda em criptomoedas é ainda reconhecida como uma perda de capital.
  3. Tributado com imposto de renda: Vários países incluem a renda de criptomoedas em sua respectiva faixa de imposto de renda. Neste caso, se você está se perguntando como reivindicar perdas de cripto em impostos, relate a perda ao preencher a declaração de imposto de renda.

Pode ser necessário preencher formulários adicionais ou fornecer documentação adicional para relatar perdas de criptomoedas. No caso de qualquer incerteza, é melhor entrar em contato com um especialista em impostos sobre criptomoedas. Além disso, eles ajudarão a compreender qualquer desconto adicional que possa estar disponível enquanto sofre perdas.

Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
Guilherme de Faria Martins da Silva
3267 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story