Juiz aprova extradição de Sam Bankman-Fried para os Estados Unidos

Por Guilherme de Faria Martins da Silva
Publicados Dezembro 22, 2022 Atualizado Dezembro 22, 2022
By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Dezembro 22, 2022 Updated Dezembro 22, 2022

Um juiz aprovou a extradição de Sam Bankman-Fried das Bahamas para os Estados Unidos por enfrentar acusações criminais sobre o colapso da FTX.

 

De acordo com os últimos relatórios, o fundador da FTX, Sam Bankman-Fried, está voltando  para os Estados Unidos para enfrentar acusações criminais sobre o colapso  de sua exchange de criptomoedas, depois que um juiz aprovou sua extradição das Bahamas. Em um depoimento que foi lido em voz alta no tribunal na quarta-feira, Bankman-Fried afirmou que tinha “o desejo de tornar os clientes relevantes inteiros” e que havia concordado em não contestar sua extradição.

 

Extradição de SBF para os Estados Unidos

 

Para responder a alegações de fraude eletrônica, fraude de valores mobiliários, lavagem de dinheiro e violação das leis de financiamento de campanha, SBF pode voar para Nova York já na tarde de quarta-feira.

 

Ele será acusado depois de chegar ao Tribunal do Distrito Federal em Manhattan, no entanto, o dia e a hora reais da audiência ainda são desconhecidos. As acusações vêm como resultado do infame colapso da FTX, que ficou insolvente no mês passado.

 

No tribunal, Bankman-Fried afirmou que estava “bem” para a juíza magistrada, Shaka Serville. Quando perguntaram a Bankman-Fried se ele estava em boa saúde, ele respondeu: “Sim”.

 

Oito  acusações criminais

 

Conforme relatado anteriormente no CoinGape, o magnata cripto de 30 anos está enfrentando oito acusações criminais de  promotores federais no Distrito Sul de Nova York, incluindo acusações de conspiração, fraude e lavagem de dinheiro.

 

Ele sustentou que não tinha a intenção de cometer fraude e que não tinha conhecimento de todos os detalhes da Alameda Research, seu fundo de hedge cripto que é acusado de jogar com depósitos de clientes.

 

A Saga Sam Bankman-Fried

 

A gangorra inesperada sobre a extradição foi uma nova reviravolta no drama legal que começou no início de novembro, quando uma corrida aos depósitos revelou um déficit de US$8 bilhões nas contas da FTX. A controvérsia começou quando a exchange tentou limitar as retiradas de clientes e, eventualmente, desativá-las sem nenhum anúncio prévio.

 

Além disso, promotores e reguladores dos EUA alegam que, desde a fundação da FTX em 2019, Sam Bankman-Fried planejou uma fraude maciça. Onde ele foi encontrado usando fundos de clientes para financiar compras extravagantes de imóveis nas Bahamas, investimentos em outras empresas, contribuições políticas e uma campanha de marketing glamourosa.

Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
Guilherme de Faria Martins da Silva
3259 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story