O que é uma Altcoin?

Descubra o que é uma altcoin, suas principais diferenças em relação ao Bitcoin e como elas podem impactar o mercado de criptomoedas.
Por Airí Chaves coingape-authors
junho 21, 2024 Atualizada julho 24, 2024
Principais conclusões
  • Altcoins são todas as criptomoedas alternativas ao Bitcoin, oferecendo diferentes funcionalidades e melhorias tecnológicas
  • As altcoins variam em propósito, desde tokens de pagamento e stablecoins até tokens de segurança e utilidade, cada um atendendo a necessidades específicas dentro do ecossistema das criptomoedas.

O que é uma Altcoin? As altcoins são criptomoedas alternativas ao Bitcoin, surgidas para diversificar e inovar o mercado cripto. Elas oferecem funcionalidades distintas e avanços tecnológicos que buscam solucionar limitações do Bitcoin. As altcoins variam em propósito e tecnologia, abrangendo desde melhorias em velocidade e privacidade até plataformas de contratos inteligentes. Entender as características e benefícios das altcoins é essencial para investidores que buscam oportunidades além do Bitcoin. Vamos explorar o que são altcoins, suas principais características e qual o seu papel no mercado das criptomoedas.

O que é uma Altcoin e qual sua diferença para o Bitcoin?

As altcoins são frequentemente definidas como todas as criptomoedas que não são Bitcoin (BTC). No entanto, algumas pessoas consideram altcoins todas as criptomoedas que não são Bitcoin e Ethereum (ETH), pois a maioria das criptomoedas é originada de uma dessas duas. Algumas altcoins usam mecanismos de consenso diferentes para validar transações, abrir novos blocos ou tentam se diferenciar do Bitcoin e do Ethereum ao oferecer novas capacidades ou propósitos adicionais.

A maioria das altcoins é projetada e lançada por desenvolvedores com visões ou usos diferentes para seus tokens ou criptomoedas.

O que é uma Altcoin?

O termo “altcoin” é uma combinação de “alternativa” e “moeda”, referindo-se a todas as criptomoedas que não são Bitcoin. AAltcoins são projetadas para suas respectivas blockchains e muitas surgem como forks do Bitcoin e Ethereum, devido a divergências entre desenvolvedores.

Muitas altcoins são usadas dentro de suas respectivas blockchains para realizar algo, como o ether, que é usado no Ethereum para pagar taxas de transação. Alguns desenvolvedores criaram forks do Bitcoin e ressurgiram como uma tentativa de competir com ele como método de pagamento, como o fork que criou o Bitcoin Cash.

Outros forks ou são desenvolvidos do zero, tentando criar uma blockchain e token que atraiam um setor específico ou grupo, como a tentativa do Ripple de usar o XRP Ledger e XRP para atrair a indústria bancária com um sistema de pagamento mais rápido.

As altcoins tentam melhorar as limitações percebidas da criptomoeda e blockchain das quais são originadas ou com as quais competem. A primeira altcoin foi o Litecoin, originado da blockchain do Bitcoin em 2011. O Litecoin usa um mecanismo de consenso proof-of-work (PoW) diferente do Bitcoin, chamado Scrypt, que é menos intensivo em energia e mais rápido que o mecanismo de consenso PoW SHA-256 do Bitcoin.

O Ether é outra altcoin. No entanto, ele não originou do Bitcoin. Foi projetado por Vitalik Buterin, Dr. Gavin Wood e alguns outros para ser usado no Ethereum, a maior máquina virtual baseada em blockchain do mundo. O Ether (ETH) é usado para pagar os participantes da rede pelo trabalho de validação de transações que suas máquinas realizam. Também é usado como garantia (chamado staking) pelo privilégio de se tornar um validador e propositor de blocos.

Diferentes tipos de Altcoins

Altcoins vêm em várias formas e categorias. Aqui está um breve resumo de alguns tipos de altcoins e seus usos pretendidos.

Token de pagamento: Projetados para serem usados como moeda para troca de valor. O Bitcoin é o principal exemplo.

Stablecoins: Visam reduzir a volatilidade ao vincular seu valor a ativos como moedas fiduciárias ou metais preciosos.

Tokens de utilidade: Fornecem serviços dentro de uma rede, como pagar taxas ou comprar espaço de armazenamento. O Ether (ETH) e o Filecoin são exemplos de tokens de utilidade.

Tokens de segurança: Representam esforços de captação de recursos ou ativos tokenizados, como imóveis ou ações.

Memecoins: Inspiradas por piadas ou abordagens divertidas, ganham popularidade rapidamente através de influenciadores.

Tokens de governança: Permitem que os detentores votem em mudanças nos protocolos ou decisões de DAOs, sendo um tipo específico de token de utilidade.

O que é uma Altseason?

Altseason, altcoin season ou temporada das altcoins, é um período no mercado de criptomoedas onde as altcoins apresentam um desempenho superior ao Bitcoin. Durante a altseason, o valor de muitas altcoins tende a subir significativamente, muitas vezes superando os ganhos do Bitcoin.

Esse fenômeno geralmente ocorre quando os investidores buscam diversificação além do Bitcoin, impulsionando a demanda e os preços das altcoins. A altcoin season pode ser desencadeada por vários fatores, como inovações tecnológicas, atualizações de rede ou um aumento geral no interesse pelas criptomoedas. É um período observado com entusiasmo pelos investidores devido ao seu potencial de altos retornos.

Prós e contras das Altcoins

Prós e contras

  • Melhoram as fraquezas de outra criptomoeda.
  • Maior chance de sobrevivência.
  • Milhares de opções disponíveis.
  • Menor popularidade e menor capitalização de mercado.
  • Menos líquidas que o Bitcoin.
  • Difícil determinar casos de uso.
  • Muitas altcoins são golpes ou perderam o interesse dos desenvolvedores e da comunidade.

Onde comprar Altcoins?

Comprar altcoins pode parecer um desafio para os novos investidores, mas a diversidade de exchanges facilita o acesso a essas criptomoedas alternativas. Abaixo, destacamos quatro das plataformas mais populares e confiáveis onde você pode adquirir altcoins: Binance, Mercado Bitcoin, Uniswap e Pancakeswap.

Binance

A Binance é uma das maiores e mais renomadas exchanges de criptomoedas do mundo. Fundada em 2017, a plataforma oferece uma ampla variedade de altcoins para negociação. Para comprar altcoins na Binance, siga estes passos:

  1. Cadastro: Crie uma conta no site da Binance.
  2. Verificação: Complete o processo de verificação de identidade (KYC).
  3. Depósito: Deposite fundos na sua conta através de PIX, cartão de crédito ou outras criptomoedas.
  4. Compra: Use a interface da Binance para selecionar a altcoin desejada e realizar a compra.

A Binance é conhecida por suas baixas taxas de transação, alta liquidez e uma interface amigável para iniciantes e traders experientes, além de possuir uma plataforma de lançamento de criptomoedas. A Binance também é uma plataforma que paga para se cadastrar, dando bônus para novos usuários.

Mercado Bitcoin

O Mercado Bitcoin é uma das maiores exchanges de criptomoedas da América Latina, com sede no Brasil. Desde sua fundação em 2013, a plataforma se destaca pela facilidade de uso e suporte ao cliente em português. Para comprar altcoins no Mercado Bitcoin:

  1. Cadastro: Crie uma conta no site do Mercado Bitcoin.
  2. Verificação: Complete a verificação de identidade exigida pela plataforma.
  3. Depósito: Deposite reais (BRL) na sua conta através de PIX.
  4. Compra: Escolha a altcoin desejada e finalize a compra diretamente na plataforma.

O Mercado Bitcoin oferece segurança robusta e uma interface em português, tornando-se uma excelente opção para investidores brasileiros.

Uniswap

A Uniswap é uma exchange descentralizada (DEX) construída na blockchain Ethereum, permitindo a troca direta de tokens entre usuários sem a necessidade de intermediários. Para comprar altcoins na Uniswap:

  1. Carteira: Conecte uma carteira de criptomoedas, como MetaMask, à plataforma Uniswap.
  2. ETH: Compre Ethereum (ETH)  ou transfira para sua carteira, pois ele é necessário para realizar transações na Uniswap.
  3. Troca: Selecione a altcoin desejada e troque ETH por essa altcoin usando a interface da Uniswap.

A Uniswap é popular por sua descentralização e pela vasta gama de tokens disponíveis, embora as taxas de transação possam ser altas devido à rede Ethereum.

Pancakeswap

A Pancakeswap é uma exchange descentralizada operando na Binance Smart Chain (BSC), oferecendo uma alternativa com taxas mais baixas em comparação à Ethereum. Para comprar altcoins na Pancakeswap:

  1. Carteira: Conecte uma carteira compatível com a Binance Smart Chain, como Trust Wallet ou MetaMask configurado para BSC.
  2. BNB: Garanta que você possui Binance Coin (BNB) em sua carteira, necessário para realizar transações na Pancakeswap.
  3. Troca: Use a interface da Pancakeswap para trocar BNB por altcoins disponíveis na plataforma.

A Pancakeswap oferece transações rápidas e baratas, além de uma grande variedade de tokens devido ao suporte da Binance Smart Chain.

Como escolher a melhor Altcoin para investir

Investir em altcoins pode ser uma oportunidade lucrativa, mas requer uma análise cuidadosa para identificar as melhores opções. Para escolher a melhor altcoin para investir e entender o que são altcoins, considere as seguintes características:

  1. Propósito e utilidade: Altcoins com utilidade clara, como o Ethereum (ETH) e a Chainlink (LINK), tendem a ser boas opções.
  2. Equipe de desenvolvimento: Desenvolvedores experientes aumentam a credibilidade da criptomoeda.
  3. Parcerias e colaborações: Altcoins com parcerias reconhecidas têm maior chance de sucesso.
  4. Capitalização de mercado e liquidez: Altcoins com alta capitalização e liquidez são mais seguras.
  5. Tecnologia e segurança: Avalie a inovação tecnológica e as medidas de segurança.
  6. Comunidade e suporte: Uma comunidade ativa pode indicar uma criptomoeda promissora.

Entender o que é altcoins e as principais altcoins do mercado é fundamental para uma escolha de investimento bem-sucedida.

Como saber se uma altcoin é confiável ou golpe

Para saber se uma altcoin é confiável ou um golpe, é importante analisar diversos fatores. Primeiramente, verifique o whitepaper da altcoin, um documento que detalha o projeto, sua finalidade e a tecnologia envolvida. Altcoins confiáveis possuem whitepapers claros e bem elaborados.

Pesquise sobre a equipe de desenvolvimento: altcoins legítimas têm desenvolvedores e consultores reconhecidos na indústria. A presença de uma comunidade ativa nas redes sociais e fóruns também é um indicativo de confiabilidade.

Avalie a transparência e a história da altcoin, observando se a empresa fornece informações regulares e precisas sobre o progresso do projeto. Investigue também a tecnologia e segurança da altcoin, certificando-se de que utiliza protocolos robustos.

Por fim, desconfie de promessas de retornos garantidos ou muito elevados, um sinal comum de golpes. Altcoins confiáveis, como as principais altcoins (Ethereum, Litecoin, Polygon), não fazem tais promessas e mantêm uma abordagem realista sobre o potencial de investimento.

A análise criteriosa desses aspectos pode ajudar a identificar altcoins confiáveis e evitar fraudes.

Conclusão

Altcoins representam uma faceta diversificada e inovadora do universo das criptomoedas, oferecendo oportunidades de investimento únicas além do Bitcoin. Ao compreender o que é uma altcoin e as características das principais altcoins, investidores podem tomar decisões mais informadas e estratégicas.

Analisar fatores como propósito, equipe de desenvolvimento, parcerias, capitalização de mercado, tecnologia e comunidade é crucial para identificar uma criptomoeda promissora. Com essas informações, você estará mais preparado para explorar e investir de forma segura no mercado de altcoins.

Perguntas frequentes

1. O que significa Altcoin?

Altcoin é um termo que designa qualquer criptomoeda que não seja o Bitcoin. Derivado da junção das palavras "alternativa" e "moeda", as altcoins surgiram como alternativas ao Bitcoin, oferecendo variações em termos de funcionalidades, mecanismos de consenso e propósitos específicos. Exemplos populares incluem Ethereum (ETH), Litecoin (LTC) e Ripple (XRP). Cada altcoin pode atender a diferentes necessidades, como transações mais rápidas, contratos inteligentes ou maior privacidade. As altcoins diversificam o mercado de criptomoedas, oferecendo opções adicionais para investidores e usuários.

2. Quais são as Altcoin?

Exemplos populares de altcoins são: Ethereum (ETH), que suporta contratos inteligentes; Litecoin (LTC), conhecido por transações rápidas e baixas taxas; Ripple (XRP), usado para transferências internacionais; Cardano (ADA), focado em segurança e escalabilidade; e Polkadot (DOT), que facilita a interoperabilidade entre blockchains. Existem milhares de altcoins, cada uma com sua proposta e funcionalidades específicas, oferecendo alternativas diversificadas ao Bitcoin.

3. Qual a diferença entre Bitcoin e altcoin?

Bitcoin é a primeira e mais conhecida criptomoeda, criada em 2009 como uma moeda digital descentralizada. Altcoins, por outro lado, são todas as outras criptomoedas que surgiram após o Bitcoin. Enquanto o Bitcoin foca principalmente em ser um meio de troca e reserva de valor, altcoins podem ter diversos propósitos, como melhorar a privacidade, aumentar a velocidade das transações ou fornecer funcionalidades adicionais, como contratos inteligentes no caso do Ethereum. Cada altcoin busca resolver limitações percebidas do Bitcoin ou atender a nichos específicos no mercado de criptomoedas.

Formada em Marketing pela Estácio de Sá e mestre em Liderança Estratégica pela Unini, Airí possui uma vasta experiência na produção de conteúdos sobre criptomoedas, blockchain e Web3. Com mais de cinco anos dedicados a escrever artigos sobre esses temas, ela se destaca por sua capacidade de simplificar e educar leitores sobre tecnologias complexas e emergentes. Airí já trabalhou como ghostwriter para diversas exchanges brasileiras, onde desenvolveu conteúdos que ajudaram a educar e atrair novos usuários. Além disso, contribuiu significativamente para o BeInCrypto, acumulando um portfólio de mais de 600 artigos publicados, abordando análises detalhadas, ferramentas inovadoras e as últimas tendências no mundo das exchanges e tecnologias disruptivas. Apaixonada por disseminar conhecimento, Airí tem como principal objetivo tornar o universo das criptomoedas e blockchain mais acessível para todos. Seu compromisso com a educação e clareza informativa reflete-se em cada artigo que escreve, tornando-a uma referência confiável e respeitada no setor.
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não assume qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.