O OCC emite Clareza Regulatória para os Bancos, eis como está alinhado com os Regulamentos Internacionais

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Novembro 25, 2021 Updated Novembro 25, 2021
O OCC publicou hoje uma carta esclarecendo os bancos e as associações federais de poupanças

O OCC emite Clareza Regulatória para os Bancos, eis como está alinhado com os Regulamentos Internacionais

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Novembro 25, 2021 Updated Novembro 25, 2021

O Escritório da Controladoria da Moeda (OCC) publicou hojeu ma carta de esclarecimento aos bancos e às associações federais de poupança. Tal como referido na carta, estas partes interessadas devem demonstrar que dispõem de controles absolutos antes de se empenharem em atividades baseadas em cripto.

Leia mais: Presidente do Banco Central Divulga passos para Regular Bitcoin e Criptomoedas

Clareza regulatória para os bancos

 

Falando sobre a clareza regulatória, o Controlador em exercício do OCC, Michael J. Hsu acredita que a carta destaca a importância da segurança e da solidez. E isso, ao fornecer esta clareza, todas as associações de poupança federais e os bancos nacionais apenas conduzirão atividades de criptomoedas, transações monetárias distribuídas e atividades de stablecoin de uma forma segura e sólida.

 

Além disso, Hsu destaca os riscos típicos de muitas dessas tecnologias e produtos, dizendo que os bancos devem ser capazes de mostrar que eles têm recursos adequados para serem capazes de atenuar esses riscos. Só então, podem ser capazes de conduzir as atividades de forma segura.

 

Em todas as ramificações, esta carta vem com uma certa medida de clareza regulatória, desde que os bancos e as associações federais de poupança possam consultar previamente o seu gabinete de supervisão relevante, para os informar da sua intenção de realizar atividades relacionadas com cripto.

 

Só depois disso a atividade proposta será revista pelo referido gabinete de supervisão, que poderá então conceder autorização para realizar as atividades, ou não.

Leia mais: Villeroy do Banco Central Europeu apela a regulamentos Cripto Mais Rápidos

A Carta do OCC apresenta uma semelhança às opiniões dos Reguladores Internacionais sobre as criptomoedas

 

Esta carta recentemente publicada pelo OCC, tem um tom semelhante ao dos reguladores internacionais que se sobrepunham ao tema da cripto, especialmente no que diz respeito aos bancos.

 

Um relatório recente dos reguladores de valores mobiliários da IOSCO e do Banco de Liquidações Internacionais afirma que as stablecoins devem estar sujeitas às mesmas regras que os pagamentos tradicionais.

 

A presidente da IOSCO, Ashley Adler, também emitiu uma declaração dizendo que este relatório indica que estão sendo realizados progressos significativos na compreensão das implicações dos acordos de stablecoin para o sistema financeiro. Adler também afirmou que agora existe uma orientação prática e clara sobre as normas de que os bancos necessitam para manter a sua integridade.

 

Na mesma linha, o Banco de Liquidações Internacionais também tinha dito no início deste ano que os bancos devem manter de lado capital suficiente para cobrir quaisquer perdas que possam incorrer sobre quaisquer participações em ativos criptos.

Leia mais: Este antigo CEO do Gigante Bancário Diz Que os Bancos Iniciarão a Negociação Cripto em 3 Anos

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
1807 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story