Os cofundadores da Gemini Batem nos Trolls com A Pergunta Sobre a Segurança do Ripple (XRP) Se Prolongando

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Maio 6, 2020 Updated Maio 6, 2020
Image Cortesia da Reuters/Lucas Jackson

Os cofundadores da Gemini Batem nos Trolls com A Pergunta Sobre a Segurança do Ripple (XRP) Se Prolongando

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Maio 6, 2020 Updated Maio 6, 2020

A Gemini lista, entre outras moedas, Litecoin, BAT, Ethereum e Bitcoin. Não a XRP. Uma das moedas mais líquidas e a terceira em valor de mercado no placar de líderes.

Isso irrita os apoiadores considerando a forma como um apoiador marcou a US Securities and Exchange Commission (SEC) e os dois cofundadores enquanto reclamava que a exchange não lista a moeda ainda, mas que estavam ocupados apoiando outras altcoins de baixo valor de mercado.

Hoje, a Gemini anunciou que eles listarão a BAT, um token ERC-20 que é a moeda nativa do Brave Browser.

Em resposta a isso, um usuário do Twitter expressou sua insatisfação afirmando:

“Prezada SEC. A Exchange de Criptos Gemini (dos Winklevoss e Tyler Winklevoss) se recusa a listar a terceira maior moeda XRP, apesar de adicionar muitas moedas de baixo valor, não é representativa do verdadeiro mercado de criptos e demonstra CLARA manipulação do mercado.”

Ao marcar a US SEC, um regulador líder com a tarefa de supervisionar ativos, Tyler Winklevoss respondeu que o ataque foi na verdade danoso não para a exchange, que o apoiador afirmou estar manipulando o mercado, mas para a XRP, uma moeda que alguns críticos afirmam ser um ativo e deveria ser supervisionada pela SEC.

Em um tweet, Tyler, que também é o cofundador da exchange de criptomoedas extremamente seguidora das leis com base em Nova Iorque, disse:

“Últimas notícias: A SEC já tem jurisdição sobre as criptos que são ATIVOS. Talvez você devesse conseguir uma consulta grátis com My Cousin Vinny para aumentar seu conhecimento sobre a regulação das cripto.”

A regulação é um aspecto importante nas criptomoedas das quais a XRP se destaca proeminentemente.

Dada a natureza descentralizada da blockchain emissora, esses ativos digitais são com frequência resistentes a censura e não podem ser efetivamente regulados em uma jurisdição.

É necessário um esforço de diversos países ou um bloco para formular regras. Por conta disso, há um produto de derivativos do XRP na Suíça onde há um ETP disponível, enquanto nos Estados Unidos, a Ripple, a dona majoritária da XRP, está lutando contra um processo de ação de classe onde requerentes estão processando. Brad Garlinhouse, o CEO, está listado como um réu.

Se a SEC classificar a XRP como um ativo, seu valor pode despencar consequentemente levando os mercados ao caos. Talvez com medo, a Gemini não está renunciando ao cuidado e ainda devem listar a moeda após terem clareza regulatória.

Por agora, os apoiadores afirmam que o Ripple vem trabalhando com os reguladores todo o tempo e a conversa sobre “ativos” não é mais do que FUD.

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
2620 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story