Preço da SamoyedCoin (SAMO) pode subir 1.300% no mercado ao se aproximar de US$ 1

By Paulo José
Published Dezembro 4, 2021 Updated Dezembro 4, 2021

Preço da SamoyedCoin (SAMO) pode subir 1.300% no mercado ao se aproximar de US$ 1

By Paulo José
Published Dezembro 4, 2021 Updated Dezembro 4, 2021

Uma febre de memcoins invadiu o mercado crypto em 2021, com altcoins como Shiba Inu (SHIB) e DogeCoin (DOGE) alcançando o top 10 entre as maiores criptomoedas por capitalização de mercado.

O que começou com a Dogecoin se transformou em centenas de memecoins que podem representar um grande potencial no mercado, como a SamoyedCoin (SAMO).

Enquanto criptomoedas tradicionais não apresentam uma previsão otimista para longo prazo, altcoin como a SamoyedCoin podem surpreender o mercado crypto.

De acordo com uma previsão do indicador Wallet Investor, o preço da SamoyedCoin (SAMO) pode subir mais de 1.300% nos próximos anos. Em uma análise de longo prazo sobre a criptomoeda, o indicador apresenta que a cotação da SAMO pode se aproximar de US$ 1, através do par de negociação SAMO/USD.

No total, a SamoyedCoin pode subir 1.302,37% no mercado crypto, até 2026, segundo a previsão. Com essa valorização, a cotação da criptomoeda alcançará US$ 0,948 pela primeira vez na história.

Ou seja, um investimento de apenas US$ 100 pode se transformar em US$ 1.402,37 até o final de 2026, se a previsão do Wallet Investor se concretizar. Além da análise de cinco anos, o indicador aponta o valor que a SamoyedCoin (SAMO) pode atingir ainda em 2022.

Se a previsão estiver certa, até o início de dezembro de 2022 o preço da SAMO será de US$ 0,24, ou seja, uma valorização de 300% nos próximos doze meses.

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Paulo José
456 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.

Loading Next Story