Todas as 200 Exchanges Coreanas Devem Fechar, Diz Regulador


Todas as 200 Exchanges Coreanas Devem Fechar, Diz Regulador

As 200 exchanges de cripto da Coreia do Sul podem ter que fechar em setembro de acordo com Eun Sung-soo, chefe da Comissão de Serviços Financeiros da Coreia do Sul. A decisão estaria baseada em novas leis anti-lavagem de dinheiro (AML) que entraram em vigor ano passado e também incluíam criptomoedas. De acordo com os novos regulamentos, as exchanges de cripto que operam no país devem implementar todas as diretrizes de AML e fazer parcerias com bancos locais e se tornarem certificadas em gestão de segurança da informação.

O governo abriu a janela de registrou de 25 março para as exchanges de cripto obterem suas licenças de provedoras de serviços de ativos virtuais, nenhuma das 200 exchanges deu entrada na licença, e a data final para aprovação foi definida em 24 de setembro. Se as exchanges de cripto falharem em se registrar até o fim da data, elas precisariam fechar suas operações.

As Novas Regulações de AML Criariam um Obstáculo para o Ecossistema de Criptos na Coreia?

A Coreia do Sul é um dos mercados mais ativos de cripto no mundo e també é famosa pelo prêmio de Bitcoin “kimchi”. O prêmio Kimchi é a diferença de preço do Bitcoin entre as exchanges nos Estados Unidos e na Coreia que no pico estava em 20% e caiu para 2%. Os novos regulamentos de AML ameaçam derrubar o grande mercado da Coreia do Sul.

Atualmente, das 200 exchanges, apenas 4 principais exchanges de cripto possuem uma parceria com bancos locais. O órgão regulatório no país recentemente foi bem crítico com o espaço das criptomoedas apesar da maioria do mundo mudando sua postura passiva e buscando formular melhores regulamentos cripto. O regulador da Coreia do Sul recentemente disse que as criptomoedas são mais voláteis e especulativas que outros ativos.

South Korea had also imposed a 20% tax on crypto gains. Many other countries have tried taking a similar approach towards digital assets but have failed miserably and have gone back to regulate keeping wider adoption in mind. America’s similar approach leads to many established crypto companies move out of the States.

A Coreia do Sul também impôs um imposto de 20% sobre ganhos com criptos. Muitos outros países tentaram abordagens semelhantes com os ativos digitais, mas falharam miseravelmente e voltaram atrás com uma adoção maior em mente. A abordagem semelhante nos EUA leva muitas empresas cripto estabelecidas por lá a saírem do país.

Summary
Todas as 200 Exchanges Coreanas Devem Fechar, Diz Regulador
Article Name
Todas as 200 Exchanges Coreanas Devem Fechar, Diz Regulador
Description
As 200 exchanges de cripto da Coreia do Sul podem ter que fechar em setembro de acordo com Eun Sung-soo, chefe da Comissão de Serviços Financeiros da Coreia do Sul. A decisão estaria baseada em novas leis anti-lavagem de dinheiro (AML) que entraram em vigor ano passado e também incluíam criptomoedas. De acordo com os novos regulamentos, as exchanges de cripto que operam no país devem implementar todas as diretrizes de AML e fazer parcerias com bancos locais e se tornarem certificadas em gestão de segurança da informação.
Author
Publisher Name
CoinGape
Publisher Logo
Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Guilherme de Faria Martins da Silva
Publique seu comentário...