Autoridades Chinesas Ordenam Que Mineradores Cripto Baseados em Sichuan Encerrem as Operações


Autoridades Chinesas Ordenam Que Mineradores Cripto Baseados em Sichuan Encerrem as Operações

• Os reguladores chineses pediram para que a junta de serviços elétricos de Sichuan desligue o fornecimento de energia para mineradores cripto operando na região.
• O ataque disseminado da China contra mineradores cripto foi além do razoável em relação à pegada de carbono.

Na sexta-feira, 18 de junho, as autoridades de chinesas intensificaram seu ataque às atividade de mineração cripto na província sudoeste de Sichuan. As autoridades emitiram a notificação para os mineradores locais para encerrarem suas operações imediatamente.

Conforme noticiado pela Reuters, a notificação conjunta veio da Comissão de Desenvolvimento e Reforma Provincial de Sichuan, e o Escritório de Energia de Sichuan. As autoridades pediram que quase 26 projetos de mineração de cripto com base em Sichuan desligassem suas operações até domingo, 20 de junho.

Sichuan é a segunda maior província de mineração de Bitcoin no mundo. Os mineradores normalmente mudam suas operações para Sichuan durante a estação chuvosa para se beneficiar da energia hidrelétrica abundante e barata da região.

A notificação dos reguladores também pede que as empresas de eletricidade estatais em Sichuan conduzam as devidas inspeções e relatem às autoridades no momento mais breve possível. As autoridades pediram que cortem imediatamente o suprimento de eletricidade para projetos de mineração cripto. Além disso, eles também pediram para o governo local de Sichuan começar medidas rígidas para desligar as operações existentes e banir as novas.

O Ataque em todo o país da China Ganha Momentum

Em apenas algumas semanas de aprovar a lei banindo as atividades de mineração cripto. A China intensificou seu ataque em províncias de mineração de cripto chave. Além de Sichuan, as autoridades iniciaram medidas semelhantes em outras regiões de mineração como a Região Autônoma da Mongólia Interior, a Região Autônoma de Xinjiang Uygur e a província de Qinghai.

As autoridades chinesas citaram que os projetos cripto usaram eletricidade gerada por recursos altamente poluentes como carvão. No entanto, a região de Sichuan usa amplamente energia hidrelétrica o que indica que o ataque chinês contra a mineração cripto vai além da pegada de carvão. Falando com a Reuters, Winston Ma, professor adjunto de direito da Escola de Direito da NYU e autor do livor “the Digital War” disse:

“A energia renovável não ajuda. As quatro maiores regiões de mineração – Mongólia Interior, Xinjiang, Yunnan e Sichuan – implementaram medidas de ataque similares, mesmo que a mineração nas últimas duas sejam em sua maioria baseadas na hidreletricidade, enquanto que nas duas primeiras é baseada em carvão”.

Considerando que a China é responsável por mais de 50% das atividades de mineração de cripto globais, a última ação regulatória derrubou a hashrate do Bitcoin em mais de 30% nos últimos meses. Isso acontece com diversos mineradores tendo desligado seus equipamentos de mineração.

A maioria dos mineradores chineses estão realocando suas operações para mercados como a América do Norte. O estado americano do Texas e a cidade de Miami na Flórida estão atualmente atraindo esses mineradores oferecendo incentivos de eletricidade barata. Ao mesmo tempo, esses estados também estão trabalhando em formas de encontrar soluções de mineração com energia renovável ao usar os recursos de energias naturais da região.

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Guilherme de Faria Martins da Silva
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Publique seu comentário...
Guilherme de Faria Martins da Silva 1405 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Follow Guilherme de Faria @