Coreia do Sul Executa Maior Confisco de Criptos de Sonegadores Fiscais

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Junho 23, 2021 Updated Junho 23, 2021

Coreia do Sul Executa Maior Confisco de Criptos de Sonegadores Fiscais

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Junho 23, 2021 Updated Junho 23, 2021
  • Autoridades sul-coreanas executam o maior confisco no país contra sonegadores fiscais.
  • As autoridades tiveram ajuda de exchanges locais e usaram telefones móveis para rastrear os culpados.

Autoridades sul-coreanas estão visando sonegadores fiscais ricos por impostos atrasados e confiscaram quase US$47 milhões em criptoativos de 12.000 sonegadores fiscais, de acordo com uma notícia do Financial Times. As autoridades consideraram o confisco de criptos como o maior da história do país.

O confisco de criptos foi iniciado pela província de Gyeonggi como parte de uma sondagem de um mês. As autoridades confiscaram ativos das exchanges de cripto locais que não tiveram dados de seus titulares de contas. As autoridades usaram números de telefones registrados para rastrear os sonegadores fiscais.

Os confiscos de cripto recentes de sonegadores fiscais vieram sob o ataque mais amplo aos criptoativos pelo governo. O país adotou uma política regulatória forte, impondo medidas rígidas para evitar a lavagem de dinheiro e fraude. Ele também implementou as últimas diretrizes de AMLD que ameaçam fechar todas as exchanges criptos no país. As diretrizes rígidas forçaram as exchanges cripto a retirarem seus pedidos com medo de não passar nos critérios e têm até setembro para pedir a licença de operação.

Coreia do Sul Adota Postura Rigorosa com Criptoativos

A Coreia do Sul estava entre os poucos países com regulamentos especializados em criptos que permitiam que traders e empresas funcionassem livremente. No entanto, muito mudou nos últimos anos com o ataque das autoridades contra as cripto tendo crescido e medidas rigorosas tendo sido postas em prática. O país também aprovou um imposto de 20% sobre as criptos em cada transação que será aplicado no ano que vem.

O país parece estar mais focado na tecnologia blockchain do que nas criptos. Ele também está trabalhando para o lançamento de sua CBDC soberana nos próximos anos.

Coreia do Sul estava entre os primeiros países a banir ICOs após 2017.

Leia mais:

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
1930 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story