Gartner: 5% dos Executivos Pretendem Investir em Bitcoin Como Ativo Institucional

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Fevereiro 17, 2021 Updated Fevereiro 17, 2021

Gartner: 5% dos Executivos Pretendem Investir em Bitcoin Como Ativo Institucional

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Fevereiro 17, 2021 Updated Fevereiro 17, 2021

A Gartner, um grupo de pesquisa global recentemente conduziu uma pesquisa com executivos sobre o interesses deles em Bitcoin como uma escolha de investimento em rápido crescimento para executivos e instituições. O resultado da pesquisa mostrou que quase 5% dos executivos entrevistados estavam prontos para investirem em Bitcoin como um ativo institucional.

A pesquisa foi conduzida por causa do interesse crescente de instituições assim com o traders do varejo que levaram a adoção do bitcoin por empresas como BNY Mellon, o banco custodiante mais antigo dos EUA, e a VISA, a maior gigante de processamento de pagamentos. A semana passada foi bastante agitada para a adoção do Bitcoin, pois, não só a Tesla fez uma compra de bitcoin de US$1,5 bilhão, mas empresas como Twitter, Uber, JP Morgan e algumas empresas bilionárias multinacionais expressaram estarem considerando usar o Bitcoin em suas operações como forma de pagamento ou ativo de reserva de tesouro.

A Volatilidade do Bitcoin Ainda É Uma Preocupação

Embora os resultados da pesquisa reflitam que 5% dos executivos entrevistado investiriam em bitcoin como ativo institucional, no entanto, uma maioria dos executivos entrevistados ainda mostraram reservas em relação ao ativo digital devido à sua alta volatilidade. De fato, um total de 16% mostrou interesse definitivo em comprar a principal criptomoeda, no entanto, eles disseram que não estavam com pressa de implementá-lo, conforme disse um executivo,

“É importante lembrar que é um fenômeno recente na longa linha do tempo de ativos corporativos. Líderes financeiros que têm a tarefa de garantir a estabilidade financeira não estão inclinados a dar saltos especulativos em território desconhecido.”

A volatilidade do preço ficou no topo da lista de riscos que esses executivos mostraram reservas contra a principal criptomoeda seguida de preocupações com sua lenta taxa de adoção e em seguida preocupações regulatórias.

A pesquisa com executivos vem em um momento em que o Bitcoin ultrapassou o preço de US$50.000 para criar outra alta histórica com muitos analistas tendo certeza de que a corrida altista atual é mais um superciclo do que outro rali altista. O fato do bitcoin ter continuado sua subida por quase 4 meses e ainda não mostrar nenhum sinal de desaceleração é uma evidência clara de que a principal criptomoeda pode muito bem tocar em US$100.000 até o fim do ano.

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
2812 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story