HSBC Não Tem Planos de Lançar Serviços de Negociação de Criptomoedas Para Clientes


HSBC Não Tem Planos de Lançar Serviços de Negociação de Criptomoedas Para Clientes

• O Diretor Executivo do HSBC Noel Quinn disse que eles não possuem planos de oferecer Bitcoin ou serviços de investimentos em criptos aos seus clientes tão cedo.
• Quinn disse que o Bitcoin é mais uma classe de ativo do que um veículo de pagamento devido à sua volatilidade de preço.

O HSBC, o maior banco da Europa não possui planos de oferecer serviços de negociação e investimentos em Bitcoin ou cripto, de acordo com o CEO Noel Quinn. Quinn em uma entrevista exclusiva com a Reuters culpou a volatilidade das criptomoedas e a falta de transparência como a principal razão por trás da decisão,

“Dada a volatilidade, não estamos com o Bitcoin como uma classe de ativo, se os nossos clientes quiserem estar lá, é claro que estarão, mas não estamos promovendo-o como uma classe de ativos em nosso negócio de gestão de patrimônio,”

Quinn também disse que o Bitcoin pode não ser adequado como veículo de pagamento devido à volatilidade de seu preço e disse que não possui plano de adentrar nas stablecoins também. Ele explicou,

“Eu vejo o Bitcoin mais como uma classe de ativos do que um veículo de pagamento, com perguntas muito difíceis sobre como valorá-lo no balanço dos clientes porque ele é muito volátil,

As discussões acerca da volatilidade do Bitcoin estão de volta à cena após o declínio de preço de 50% da semana passada. O Bitcoin e outras altcoins perderam a maior parte dos ganhos dos últimos três meses em uma questão de dias. O HSBC também está entre os muito poucos gigantes bancários internacionais a fugir da oferta de criptos enquanto empresas como Goldman Sachs e JP Morgan que eram grandes críticos começaram a oferecer serviços de investimentos em Bitcoin em meio à crescente demanda dos clientes.

O Conservadorismo do HSBC em Relação às Criptos Tem uma Conexão com a China?

Essa não é a primeira vez que o HSBC mostrou uma postura passiva em relação ao espaço cripto e ao Bitcoin, em particular, apenas no mês passado o banco baniu que os clientes comprassem ações da MicroStrategy por conta de seu investimento pesado em Bitcoin. Muitos também ligaram a aproximação conservadora do HSBC com as criptos à influência de sua estratégia de crescimento muito atrelada á China.

A China baniu a negociação de Bitcoin muitos anos atrás e agora está buscando derrubar a indústria de mineração de Bitcoin para atender aos seus objetivos de emissão de carbono.

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Guilherme de Faria Martins da Silva
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Publique seu comentário...
Guilherme de Faria Martins da Silva 1569 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Follow Guilherme de Faria @