Receita Federal Usa Blockchain para Criar Sistema de Consulta ao CNPJ e CPF

.
Por Paulo José
Publicados agosto 20, 2021 Atualizado agosto 20, 2021
Career in Blockchain technology
Career in Blockchain technology
By Paulo José
Published agosto 20, 2021 Updated agosto 20, 2021
  • Novo sistema da Receita Federal usa blockchain
  • Tecnologia que deu vida ao Bitcoin será usada para verificar CPF e CNPF
  • Sistema antigo será descontinuado até 31 de dezembro de 2021

Agora é possível utilizar a tecnologia blockchain para consultar dados importantes como o CNPJ e o CPF. Chamado de “Cadastro Compartilhado”, o novo sistema de consulta de dados criado pela Receita Federal pode ser utilizado pelo governo federal e por empresas.

De acordo com a Receita Federal, a plataforma “Cadastro Compartilhado” utiliza a tecnologia que deu vida ao Bitcoin para criar um ecossistema de compartilhamento de informações seguro através da base de dados do órgão.

Além de informações como CNPJ e CPF, a nova plataforma da Receita Federal incluirá dados como CAEPF, CNO e até informações sobre o Simples Nacional serão compartilhadas utilizando a tecnologia blockchain.

Nova plataforma da Receita Federal

A Receita Federal anunciou nesta sexta-feira (20) a implantação da plataforma “Cadastro Compartilhado”, que já pode ser acessada por órgãos do governo federal e por empresas no Brasil.

No entanto, antes do primeiro acesso as empresas devem solicitar autorização para a Assessoria de Cooperação e Integração Fiscal (AScif). Segundo a Receita Federal, é através de um e-mail que a autorização de uso do “Castro Compartilhado” deve ser solicitada.

“Para contratar a plataforma, os interessados devem enviar o pedido de autorização para a Assessoria de Cooperação e Integração Fiscal (Ascif), através do endereço de e-mail divac.df.ascif@rfb.gov.br, informando nome e CNPJ do órgão ou da entidade conveniada, assim como as bases de dados de interesse. A Ascif responderá o e-mail fornecendo mais detalhes sobre os passos seguintes.”

Tecnologia blockchain para consulta de dados

Segundo a plataforma “Cadastro Compartilhado”, nem todas as empresas terão acesso a todas as informações que existem na plataforma desenvolvida a partir da tecnologia blockchain.

Além de representar mais segurança no compartilhamento de informações como o CPF e CNPJ, a nova plataforma da Receita Federal consegue representar um custo mais baixo que outros tipos de gerenciamento de dados.

“A nova solução representa maior proteção aos dados que serão trafegados entre a Receita Federal e os contratantes, possibilitando que os dados sejam atualizados no ambiente do contratante de maneira mais rápida e com custo mais baixo.”

Com a implantação do “Cadastro Compartilhado”, a Receita Federal informa que a plataforma substituirá gradativamente a antiga “réplica de bases”, onde as informações sobre CPF e CNPJ eram acessadas.

Essa antiga plataforma será encerrada no final de 2021, sendo que a partir de 2022 a Receita Federal utilizará exclusivamente a tecnologia blockchain para manter o acesso ao banco de dados do “Cadastro Compartilhado”.

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
Paulo José
456 Artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.

Loading Next Story