Ryan Taylor, CEO do Dash Core Team responde críticas de Peter McCormack


Ryan Taylor, CEO do Dash Core Team responde críticas de Peter McCormack

Conforme você leu anteriormente no Coingape, Peter McCormack afirmou que “projetos que vendem a narrativa de que suas moedas estão sendo adotadas na Venezuela estariam apenas tentando criar um hype e impulsionar os preços”, uma vez que as supostamente comunidades locais no país latino-americano estão tão empobrecidas e vulneráveis que aceitam qualquer criptomoeda, com a única finalidade de convertê-las em dólares americanos. O criticismo se voltou ao projeto da Dash, que supostamente é um dos mais bem desenvolvidos e bem sucedidos na região.

Fonte: Dash News

Como resposta às críticas, Ryan Taylor escreveu uma extensa carta de resposta ao artigo proposto por McCormack.

Em resumo, o líder do Dash Core disse, dentre outras coisas, que ele reconhece que Peter está correto sobre as condições gerais na Venezuela; as coisas estão desesperadoras, mas há um time da Dash na Venezuela vivendo o momento do país, além de muitos membros da comunidade da América Latina que conhecem venezuelanos que fugiram do país por causa da situação.

É bem verdade que com o enfraquecimento da moeda local o dólar tem sido amplamente utilizado, mas isso só começou a acontecer em 2019.  Ainda em 2018, comerciantes foram presos por aceitar dólares. A dolarização atual é um desenvolvimento bem-vindo, embora também traga seu próprio conjunto de problemas para os comerciantes. Por exemplo, a falta de notas de menor denominação dificulta as transações.

Essa é uma das razões pelas quais as pessoas descobriram a utilidade de usar Dash. Eles podem colocar US$ 20 em um caixa eletrônico e comprar Dash e a questão da falta de troco é resolvida no caso dos comerciantes que aceitam Dash, e não são poucos que o fazem.

Em termos dos problemas que as criptomoedas podem resolver no mundo atual, somos realistas. Se uma pessoa não tem telefone, dinheiro e acesso a serviços financeiros, nenhuma criptomoeda é uma solução que possa beneficiá-la efetivamente.

A Dash nunca pretendeu ser uma solução financeira para resolver plenamente uma crise humanitária de amplas proporções. Infelizmente, a introdução de qualquer criptomoeda no cenário – incluindo o Bitcoin ou qualquer outra – ajuda efetivamente apenas a classe média e os ricos.

No mínimo, um usuário precisa de um telefone com acesso à internet, o que exclui os mais pobres da Venezuela, e talvez a maioria da população. Mas em vez de levantar as mãos e dizer “Oh, bem. Quanto é difícil ajudas as pessoas nessa situação”, decidimos criar soluções que atendam às necessidades deles, o máximo possível.

Em muitos aspectos, a Venezuela é um campo de prova ideal para criptomoedas, e aprendemos muito com nosso tempo atendendo a esse mercado. A inflação alta é óbvia, mas há outros fatores que levaram à rápida adoção da Dash por lá.

Quanto à adoção de moedas baseadas em blockchains públicas, existem apenas duas que têm tração na Venezuela, Bitcoin e Dash. O Bitcoin é usado principalmente como uma reserva de valor e principalmente por aqueles que têm acesso total aos serviços financeiros. Isso é evidente nos dados do localbitcoins.com e de muitas outras fontes. A Dash é usada principalmente como uma forma de transação, especialmente em situações em que as opções de pagamento existentes não funcionam bem.

Em comparação com a economia do país inteiro, é verdade que o uso da Dash na Venezuela ainda é pequeno, mas está crescendo rapidamente porque resolvemos problemas reais. Temos cerca de 50.000 carteiras Dash em dispositivos ativos na Venezuela, de acordo com os dados do Google Play no final do ano.

Por exemplo, o Church’s Chicken informa que cerca de 0,5% das transações estão sendo feitas em Dash, mas esse número aumentou significativamente em relação a 0,3% em agosto, quase dobrando. E essa é apenas um exemplo, dentre tantos outros.

McCormack passou dois dias na Venezuela e já concluiu que o Bitcoin ou a Dash não podem ajudar o país? Grande Sherlock Holmes! Mas se criar soluções no mundo real para as criptomoedas parecer muito difícil para você, vá para casa e não atrapalhe quem tem uma visão mais otimista que a sua.

Temos certeza de que estamos fazendo a diferença e continuaremos procurando maneiras de impactar milhares e centenas de milhares mais na Venezuela e em todo o mundo. Então, em vez de atacar desrespeitosamente a minha reputação pessoalmente, e chamando a mim e a outros membros da comunidade Dash de “golpistas, mentirosos, manipuladores e abutres”, nossos esforços devem ser aplaudidos e as deficiências consertadas. Temos dados e experiência do nosso lado, enquanto você tem piadas, péssimas fontes, pouca experiência e pessimismo.

A Venezuela precisa de ajuda. Precisa de ONGs. Precisa de dólares. Precisa de Dash. Precisa de Bitcoin. O que a Dash faz é fornecer opções adicionais e propor soluções práticas para as pessoas que delas precisam.

Summary
Ryan Taylor, CEO do Dash Core Team responde críticas de Peter McCormack
Article Name
Ryan Taylor, CEO do Dash Core Team responde críticas de Peter McCormack
Description
Conforme você leu no Coingape, Peter McCormack afirmou que "projetos que vendem a narrativa de que suas moedas estão sendo adotadas na Venezuela estariam apenas tentando criar um hype e impulsionar os preços", uma vez que as supostamente comunidades locais no país latino-americano estão tão empobrecidas e vulneráveis que aceitam qualquer criptomoeda, com a única finalidade de convertê-las em dólares americanos, o criticismo se volta ao projeto da Dash, que supostamente é um dos mais bem desenvolvidos e bem sucedidos na região.
Author
Publisher Name
CoinGape
Publisher Logo
Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Ezequiel Gomes

Ezequiel Gomes é escritor, Youtuber, palestrante, jornalista e entusiasta incondicional da blockchain e da descentralização proporcionada pelas criptomoedas.

Publique seu comentário...
Ezequiel Gomes 835 Articles

Ezequiel Gomes é escritor, Youtuber, palestrante, jornalista e entusiasta incondicional da blockchain e da descentralização proporcionada pelas criptomoedas.

Follow Ezequiel @