Winklevoss vs Silbert: Fundador da Gemini pressiona CEO da DCG a renunciar

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Janeiro 11, 2023 Updated Janeiro 11, 2023

Winklevoss vs Silbert: Fundador da Gemini pressiona CEO da DCG a renunciar

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Janeiro 11, 2023 Updated Janeiro 11, 2023

Depois de não cumprir o ultimato de 8 de janeiro da Winklevoss, o fundador da Gemini exige a remoção de Barry Silbert do cargo de CEO do DCG.

Cameron Winklevoss, co-fundador da exchange de criptomoedas Gemini, escreveu uma carta aberta ao conselho de administração do Digital Currency Group, ou DCG, na qual afirma que o CEO Barry Silbert é “inapto” para supervisionar a empresa. Depois de não cumprir o ultimato de 8 de janeiro de resolver a pausa de retirada de US$900 milhões, o fundador da Gemini rebateu o chefe do DCG, exigindo sua remoção imediata do cargo de CEO.

 

Winklevoss pede a remoção do CEO do DCG

 

Winklevoss disse em uma carta datada de 10 de janeiro que Silbert e Genesis Global Capital, uma subsidiária do DCG, enganaram mais de 340.000 participantes do programa Gemini Earn. A carta veio depois que o co-fundador da Gemini fez um apelo a Silbert diretamente via Twitter em 2 de janeiro. No recurso, o co-fundador afirmou que a Genesis devia milhões de dólares à exchange de câmbio cripto e acusou o CEO de se esconder “atrás de advogados, banqueiros de investimento e processos”.

Carta aberta de Cameron a Silbert

 

Winklevoss afirma que a Genesis emprestou mais de US$2,3 bilhões para a Three Arrows Capital, uma decisão que resultou em uma perda de US$1,2 bilhão para  a empresa de criptomoedas quando a empresa de investimentos entrou em colapso em junho de 2022. Ele afirmou que, a partir de julho de 2022, Silbert, DCG e Genesis planejaram uma campanha bem organizada de engano para fazer parecer que o DCG havia fornecido o dinheiro para o Genesis.

 

Na última carta de Cameron, o empresário cripto foi citado dizendo:

 

[Silbert] provou ser inapto para administrar o DCG e relutante e incapaz de encontrar uma resolução com os credores que seja justa e razoável. Não há caminho a seguir enquanto Barry Silbert permanecer como CEO da DCG

 

Embora Silbert tenha respondido à carta de Winklevoss  datada de 2 de janeiro via Twitter – alegando que o DCG havia entregue uma proposta para resolver a disputa aos conselheiros da Genesis e Winklevoss em 29 de dezembro – não recebeu uma resposta deles. No entanto, Silbert, desde então, permaneceu em silêncio sobre as acusações feitas contra ele.

 

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
2956 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story