Bancos Indianos Se Recusam A Fazer Negócios Com Exchanges de Cripto Locais Em Meio a Ataque do RBI

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Julho 1, 2021 Updated Julho 1, 2021

Bancos Indianos Se Recusam A Fazer Negócios Com Exchanges de Cripto Locais Em Meio a Ataque do RBI

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Julho 1, 2021 Updated Julho 1, 2021
  • O recente recuo dos portais de pagamento estabelecidos forçou as exchanges de cripto a fazerem liquidações par a par.
  • A recente crítica do RBI contra as cripto prova ser outra barreira para investidores locais.

As exchanges de cripto indianas continuam a enfrentar o calor da incerteza regulatória do banco central indiano – o Banco da Reserva da Índia (RBI). De acordo com a última notícia da Reuters, as exchanges de cripto indianas estão lutando para garantir soluções de pagamentos seguras e viáveis para seus clientes movimentarem fundos.

Especialistas da indústria disseram à publicação que os bancos e portais de pagamentos mais uma vez começaram a cortar laços com as exchanges. Esse movimento vem com a declaração recentemente lançada da RBI notando que não é a favor das criptomoedas citando preocupações sobre estabilidade financeira.

As exchanges de cripto locais agora estão lutando para lidar com isso e estão inundadas com reclamações de clientes nas mídias sociais. As exchanges chave da Índia foram atingidas gravemente com bloqueios contra transações. Como resultado, uma das exchanges mais antigas da Índia suspendeu as liquidações imediatas. Avinash Shekhar, um executivo da co-chefia da ZebPay disse à Reuters:

“Os bancos estão relutantes em fazer negócios. Estivemos conversando com diversos parceiros de pagamento, mas o progresso tem sido lento.”

Conseguindo Ajuda com Portais de Pagamento Menores

Com os players estabelecidos, ou seja, portais de pagamento suspendendo seus serviços, as exchanges de cripto estão buscando ajuda de players menores. Pelo menos duas exchanges se juntaram com empresas de processamento de pagamento menores como a Airpay. Além disos, as exchanges também estão considerando a opção de construir seus próprios portais de pagamento.

O fundador de uma das exchanges de cripto indianas, que preferiu ficar anônimo, observou:

“Parceria com processadores de pagamento menores ainda não ficaram estáveis e é mais uma solução temporária”.

No entanto, a coisa com os players menores como portais de pagamento é que eles não conseguem lidar com transações de grandes volumes. Assim, isso resultou em frequentes reclamações dos clientes.

A única outra opção é a de oferecer liquidações usando sistemas par a par. Além disso, as plataformas cripto populares como a WazirX foram forçadas a ficar com pagamentos P2P em certos dias. Enquanto as exchanges como a Vauld facilitam transferências bancárias com liquidações manuais. Um CEO de outra exchange cripto (permanecendo anônimo) disse:

“Previsivelmente, métodos de transação alternativos como P2P cresceram, o que torna o mercado mais ineficiente e também expõe os clientes a risco de fraude”.

US$15 milhões de clientes na Índia investem em cripto com mais de 100 bilhões de rúpias (US$1,34 bilhão) em carteiras cripto.

Leia mais: HathorLabs, Liqi e EMERJ Promovem Eventos de Graça sobre Criptomoedas, NFTs e Blockchain

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
1901 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story