Gas Consultoria Continua a Operar com Esposa do ‘Faraó dos Bitcoins’ em Miami

By Paulo José
Published Setembro 29, 2021 Updated Setembro 29, 2021
Glaidson foi detido durante Operação Kryptos (Reprodução/Facebook)

Gas Consultoria Continua a Operar com Esposa do ‘Faraó dos Bitcoins’ em Miami

By Paulo José
Published Setembro 29, 2021 Updated Setembro 29, 2021
  • Esposa de faraó dos Bitcoins fugiu para os Estados Unidos
  • Quase US$ 1 bilhão em BTC foram sacados pela venezuelana
  • Mulher comanda negócio enquanto marido segue preso no Brasil

Enquanto Glaidson Acácio dos Santos permanece detido no Rio de Janeiro, a esposa dele está operando os negócios da Gas Consultoria. De acordo com a investigação sobre o caso, Mirelis Yoseline Diaz Zerpa está atuando no negócio fora do Brasil, depois de fugir do país recentemente.

Conhecida como a esposa do “faraó dos Bitcoins”, a venezuelana deixou o Brasil pouco tempo antes da Operação Kryptos ser deflagrada. Agora, Mirelis Yoseline está atuando nos negócios da Gas Consultoria através de Miami, nos Estados Unidos.

Antes disso, a venezuelana morava em Cabo Frio – RJ, ao lado do marido que foi preso durante a Operação Kryptos. Apontada também como uma líder do negócio do casal, Mirelis Yoseline estaria dando continuidade aos negócios da empresa fora do Brasil.

Gas Consultoria continua fora do Brasil

Mesmo depois de ser investigada como sendo uma pirâmide financeira, a GAS Consultoria está mantendo os negócios através da esposa do “faraó dos Bitcoins”. Longe do Brasil, Mirelis Yoseline conseguiu escapar da Polícia Federal.

Assim como Glaidson, um mandado de prisão foi expedido para a venezuelana, que agora vive nos Estados Unidos. Em uma interceptação de conversas telefônicas, as autoridades apontam que ela está conduzindo sozinha os negócios da GAS Consultoria.

Na conversa, Mirelis Yoseline é avisada sobre a prisão de Glaidson depois de deixar o Brasil. Na fuga contra a investigação diante do negócio do casal, estima-se que a venezuelana sacou quase R$ 1 bilhão em Bitcoins.

22 pessoas indiciadas em negócio do faraó dos Bitcoins

No total, 22 pessoas foram indiciadas por participação na GAS Consultoria, incluindo os líderes, o ex-garçom Glaidson Acácio e a esposa, e a venezuelana Mirelis Yoseline Dias Serpa.

Depois da Igreja Universal, Traficantes Podem ter Investido em Bitcoin Através da GAS Consultoria

Logo após deixar o Brasil, Mirelis Yoseline sacou 4.330 unidades de Bitcoin (BTC) que pertenciam a GAS Consultoria. Nas ligações telefônicas, um dos suspeitos afirma que é a esposa do faraó dos Bitcoins que está conduzindo o negócio. Ele cita até mesmo o local em que a venezuelana estaria vivendo.

“A Mirelis é quem está tocando os negócios lá de Miami. Ela está nos Estados Unidos.”

Acusado de manter um negócio bilionário com supostos investimentos em criptomoedas, a GAS Consultoria oferecia 10% de lucro mensal aos usuários. No total, o esquema movimentou mais de R$ 38 bilhões.

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Paulo José
290 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.

Loading Next Story