Esquema de R$ 38 Bilhões: Mulher de Glaidson é Procurada pela Interpol Após Deixar o Brasil


Esposa de Cláudio Oliveira deixa a prisão

Esquema de R$ 38 Bilhões: Mulher de Glaidson é Procurada pela Interpol Após Deixar o Brasil

  • Prisão de líder da GAS Consultoria aconteceu durante a Operação Kryptos
  • Esposa de Glaidson viajou para os Estados Unidos
  • Mulher é procurada pela Interpol por associação com esquema de Bitcoin

Depois de prender Glaidson Acácio dos Santos na última quarta-feira (25), as autoridades estão à procura Mirelis Zerpa. A venezuelana de 38 anos é apontada como sócia dos negócios do marido, um esquema com criptomoedas chamado GAS Consultoria que movimentou R$ 38,2 bilhões, conforme aponta o G1.

De acordo com as investigações sobre a GAS Consultoria, empresa liderada por Glaidson, Mirelis deixou o Brasil recentemente, pouco antes da Operação Kryptos ser deflagrada.

Agora, a esposa do ex-garçom – que trabalhava em Búzios RJ – é procurada pela Interpol, depois de deixar o Brasil e viajar para os Estados Unidos. Com um visto de estudante, Mirelis Zerpa entrou nos EUA na semana passada.

Esposa é procurada pela Interpol

Segundo a Operação Kryptos, Mirelis é apontada como sócia de Glaidson nos négocios que movimentou mais de R$ 38 bilhões em supostos investimentos em criptomoedas.

Procurada pela Interpol, o nome da esposa de Glaidson está na divisão vermelha e ela pode ser detida nos Estados Unidos. Mirelis deixou o Brasil dois dias antes da Operação Kryptos ser deflagrada no Brasil, na última segunda-feira (23).

Ela viajou do Rio de Janeiro – RJ para Miami, nos EUA, usando um visto de estudante. Com o nome inserido na Interpol, a esposa de Glaidson pode ser detida fora do Brasil.

Conforme aponta a denúncia, Mirelis atuava nos negócios do marido como sócia de duas empresas. Além disso, a esposa de Glaidson negociava Bitcoins através de exchanges no Brasil.

Se for detida, Mirelis pode responder por crimes como sonegação financeira, lavagem de dinheiro, organização criminosa e esquema de fraude ao sistema financeiro nacional.

Glaidson foi detido durante Operação Kryptos (Reprodução/Facebook)

Negócio de criptomoedas de R$ 38 bilhões

A Operação Kryptos foi deflagrada no dia 25 de agosto de 2021 e resultou na prisão do líder da GAS Consultoria. Até então, a empresa funcionava com a promessa de lucro de 10% mensal, em investimentos em criptomoedas.

No total, o negócio movimentou R$ 38,2 bilhões nos últimos cinco anos. Sendo que quase R$ 16 bilhões foram movimentados entre 2020 e 2021 pelo negócio investigado como sendo uma pirâmide financeira.

Considerada uma das maiores apreensões de criptomoedas no Brasil, a Operação Kryptos encontrou 591 unidades de Bitcoin (BTC) em posse de Glaidson. Considerando a cotação da criptomoeda hoje (30), o ex-garçom possui mais de R$ 146 milhões em BTC.

Além de criptomoedas, os policiais encontraram mais de R$ 15 milhões em dinheiro e 21 carros de luxo em endereços ligados à GAS Consultoria. No total, a Operação Kryptos encontrou também cerca de R$ 20 milhões em ouro e joias.

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Paulo José
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Publique seu comentário...
Paulo José 185 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Follow Paulo @