O Bitcoin (BTC) Ganhou Mais de 1200% Em Um Ano Desde a Queda Por Causa da Covid em 12 de Março de 2020

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Março 13, 2021 Updated Março 13, 2021

O Bitcoin (BTC) Ganhou Mais de 1200% Em Um Ano Desde a Queda Por Causa da Covid em 12 de Março de 2020

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Março 13, 2021 Updated Março 13, 2021

Faz exatamente um ano desde que o Bitcoin (BTC) enfrentou uma das suas maiores quedas de sua história despencando 50% em 12 de março de 2020. Os medos com a pandemia da COVID-19 causou medo nos mercados de ações globais assim como no mercado de cripto.

Após isso, o Bitcoin (BTC) tocou em um baixa horária de US$4.130 em 12 de março de 2020 caindo de mais de US$7.900 em um único dia. Esse dia entrou nos livros de história como quinta-feira negra. Enquanto alguns críticos das criptos também chamaram de morte do Bitcoin (BTC), ele se saiu mais forte um ano depois. O BTC agora é a primeira criptomoeda de um trilhão de dólares e entre os dez ativos mais valiosos do mundo.

Desde os níveis baixos, o Bitcoin subiu impressionantes 1200% até agora e está sendo negociado perto de sua alta histórica nos níveis de US$58.000. No momento da publicação, o BTC está sendo negociado a um preço de US$57.041 com uma capitalização de mercado de US$1,064 bilhão.

Courtesia: Santiment

Apoio Institucional e Corporativo do Bitcoin

A jornada fenomenal do Bitcoin (BTC) no ano passado foi apoiada pelo forte interesse institucional e corporativo no Bitcoin aumentando nos últimos meses. É claro, não podemos esquecer os players de varejo que passaram por poucas e boas nessa jornada. Mas o imenso capital institucional e corporativo ajudou a catapultar as coisas para o próximo nível.

A empresa de business intelligence MicroStrategy foi um dos impulsionadores chave no crescimento do BTC. Na sexta-feira, ela anunciou uma compra nova de mais US$15 milhões em Bitcoin. Até agora, a MicroStrategy despejou mais de US$2 bilhões em investimentos em Bitcoin.

No mês passado, a gigante automobilística de veículos elétricos Tesla anunciou ter comprado US$1,5 bilhão em Bitcoins expondo quase 8% de suas reservas em dinheiro ao BTC. Após isso, muitas empresas da Ásia e Europa se juntaram ao grupo. Comentando sobre o recente movimento de preço para o Bitcoin, Matt Blom, chefe global de negociações em vendas na EQUOS, disse à Bloomberg:

“A última chance dos baixistas está nos US$57.800l e parece que poderemos ver essa batalha acabar antes do final da semana. Na desvalorização, as vendas continuando acima dos US$57.000 nos fará voltar para os US$56.620 e potencialmente para os US$55.000. Qualquer movimento abaixo daqui será suportado por altistas comprando na baixa e baixistas vendendo na alta.”

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
2606 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story