O YouTube está atacando as criptos? Comunidade em alerta

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Maio 9, 2022 Updated Maio 9, 2022

O YouTube está atacando as criptos? Comunidade em alerta

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Maio 9, 2022 Updated Maio 9, 2022

Uma série de proibições recentes do YouTube para canais cripto populares foi recebida com uma ira generalizada pela comunidade cripto.

 

Bankless, o mais notável do lote, foi restaurado na plataforma na segunda-feira após uma barragem de críticas contra a plataforma de transmissão.

 

O canal, que está entre os canais cripto mais populares do YouTube com mais de 150.000 assinantes, disse que não havia aviso ou justificativa para a proibição.

Leia mais: Após Twitter, Hackers Visam o YouTube Para Golpe do Bitcoin

O YouTube fornece pouca informação sobre as proibições

 

Mas o Bankless não é o único canal cripto que enfrenta o martelo de proibição do YouTube. O fundador da Aave Stani Kulecovobservou que a plataforma também baniu outras contas educacionais de Web3, incluindo Gabriel Haines e Optimism PBC.

 

Embora o YouTube tenha dito que vai analisar as outras duas contas, seus canais parecem estar inacessíveis a partir do momento da publicação.

 

Bankless disse que a plataforma não lhe tinha dado qualquer aviso ou justificativa para a proibição. Haines confirmou a remoção do seu canal no Twitter e disse que a plataforma tinha eliminado seu canal devido a algo de “inatividade” que ele negou.  Todo o conteúdo do canal de Haines também parece ter sido eliminado permanentemente, sem aviso.

 

O Optimism ainda não emitiu uma declaração sobre o assunto. O Crypto Love, um canal do YouTube, também parecia ter sido banido recentemente e apelavacontra a proibição.

Leia mais: O CEO do YouTube Sugere para que os NFTs podem estar chegando no app de compartilhamento de vídeo

A comunidade cripto opõe-se às proibições

Várias vozes no Twitter ridicularizaram as proibições, especialmente porque foram emitidas sem aviso ou justificativa.

 

Os usuários também criticaram o fato de o YouTube ter alvejado canais educacionais como o Bankless. Eles observaram que a plataforma ainda permitia que vários outros canais oferecendo links para golpes cripto funciionassem dentro de seus limites.

 

Os usuários também pediram uma alternativa descentralizada ao YouTube. Kulechov, que foi recentemente banido e permitido de volta ao Twitter por um tweet de piada, pensou sobre a construção de uma alternativa assim.

 

Kulechov lançou recentemente uma alternativa descentralizada ao Twitter, denominada Lens Protocol.

Leia mais: O YouTube está trabalhando para tornar os NFTs mais seguros para a propriedade de conteúdos digitais

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
2800 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story