Atlas Quantum: Justiça Pode Determinar Busca e Apreensão de Bens para Pagar Clientes


Atlas Quantum: Justiça Pode Determinar Busca e Apreensão de Bens para Pagar Clientes

  • Busca e apreensão de bens na Atlas Quantum poderá ser autorizada pela Justiça
  • Empresa de arbitragem em Bitcoin é processada por grupo de investidores
  • Usuários cobram dívida de quase R$ 320 mil em criptomoedas

De acordo com uma recente decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, a empresa Atlas Quantum tem apenas 30 dias para ressarcir um grupo de clientes que possui criptomoedas retidas na plataforma de arbitragem.

No total, existem três investidores que pedem quase R$ 320 mil a título de indenização do prejuízo para a Atlas Quantum, a empresa que eles decidiram investir em Bitcoins ainda em 2019.

Em caso de descumprimento da ordem voluntária de pagamento, a Justiça determinou que um pedido de busca e apreensão poderá ser apresentado em desfavor da Atlas Quantum.

Busca e apreensão na Atlas Quantum

Logo após a decisão judicial publicada nesta segunda-feira (19), a empresa Atlas Quantum possui apenas 30 dias para pagar um grupo de investidores que estão com Bitcoins retidos na plataforma.

Assim, até o final de agosto de 2021 a empresa deve devolver cerca de R$ 320 mil para os três investidores, de forma voluntária, conforme decidiu a Justiça sobre o caso envolvendo investimentos em criptomoedas.

Porém, caso a Atlas Quantum não pague os investidores dentro do prazo estabelecido em lei, a empresa pode ser objeto de uma medida cautelar que visa apreender bens para o pagamento da dívida em questão.

“Julgo procedente a ação, para condenar as rés, solidariamente, a restituir o saldo de criptomoedas indicado, assinalando prazo de 30 dias para a medida, sob pena de busca e apreensão.”

Arbitragem em Bitcoin

Mais de 35 mil pessoas investiram em Bitcoins através da Atlas Quantum, com a promessa de retornos diários através de operações de arbitragem com a criptomoeda.

No total, estima-se que a empresa movimentou mais de R$ 4 bilhões em BTCs ainda em 2019. Porém, desde agosto daquele ano, os investidores enfrentam problemas com saques na Atlas Quantum.

Prestes a completar dois anos, o caso Atlas Quantum ainda é pautado por investidores na Justiça. Com a decisão atual sobre o grupo de investidores, o caso poderá ser transformado em perdas e danos, antes do deferimento da medida cautelar de busca e apreensão.

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Paulo José
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Publique seu comentário...
Paulo José 225 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Follow Paulo @