Atualização Sobre o Hack da bZx: A Exchange Irá Adicionar o Protocolo Chainlink

Por Guilherme de Faria Martins da Silva
Publicados Fevereiro 20, 2020 Atualizado Fevereiro 20, 2020
Imagem Cortesia de Pixabay
By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Fevereiro 20, 2020 Updated Fevereiro 20, 2020

A plataforma de empréstimos descentralizada que foi hackeada bZx anunciou que está se encontrando com a Chainlink. A plataforma tem planos de adicionar o protocolo Oracle da Chainlink ao seu modelo. Isso vem dias após seu protocolo Fulcrum ter sido hackeado e ladrões terem fugido com $645 mil em Ethereum. A exchange diz que após implementar o protocolo Oracle da Chainlink, a exchange voltará a estar online com funcionalidade limitada.

O Hack da bZx Foi Uma Vitória Para a Chainlink

Como observamos, quando o hack foi oficialmente confirmado, o token LINK da Chainlink estava voando alto. O CEO da Chainlink, como observamos, foi rápido em apontar que os produtos de blockchain não devem usar nenhum Oracle como era o caso com a bZx.

Com o hack, foi confirmado que a bZx estava usando apenas um oracle para propósitos de preço. Os hackers foram capazes de manipular os protocolos DeFi da exchange simultaneamente ganhando acesso à $350 mil em ETH. Esse hack, o primeiro hack, permitiu aos hackers fugirem com cerca de $350 mil em ETH.

O Segundo Ataque

Isso permanece incerto. O Cointelegraph noticiou que no dia 18, o CVO da bZx Kyle Kistner disse no grupo do Telegram da bZx que houve um segundo ataque. O último viu os hackers fugirem com quase $636.000 em ETH.

Esse Segundo ataque parece ter forçado a exchange a tomar a decisão de adicionar o protocolo de Oracle da Chainlink. O protocolo da Chainlink adicionará novas camadas de segurança.

A Chainlink está se beneficiando muito conforme sua parceria cresce e surge como um protocolo de oracle preferido para proteção de dados. Seu token LINK que tem sido altista em 2020 estará sendo impulsionado por isso e alcançando novas altas.

A bZx Voltará

Quando o primeiro ataque foi confirmado, a exchange anunciou que compensaria seus usuários. O valor da perda está estimado em 2% de seus ativos totais. A exchange está, portanto, certamente pronta para voltar embora precisará recuperar a confiança do cliente.

A exchange observa de que quando estiver de volta online, realizará funcionalidades limitadas. Isso permitirá seus desenvolvedores testarem primeiro seus protocolos novos e garantir que os ativos do investidor estão à salvo.

O hack da bZx foi uma confirmação de que os hackers e golpistas estão notando o mercado cripto. Assim como em 2017 e 2018, eles farão um retorno com força total. Com sorte, os investidores e exchanges aprenderam com os erros anteriores.

Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
Guilherme de Faria Martins da Silva
3337 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story