Bitcoin (BTC) pode Cair de Novo Antes de Buscar Alvo em US$ 38 mil, diz Analista da Foxbit


Bitcoin (BTC) pode Cair de Novo Antes de Buscar Alvo em US$ 38 mil, diz Analista da Foxbit

  • Em desvalorização no mercado, cotação do Bitcoin pode buscar suporte em US$ 30 mil
  • Previsão de especialista da Foxbit aponta caminho para valorização da criptomeoda
  • Analista técnico aponta alvo em US$ 38 mil como reversão de tendência de queda no preço do BTC

Desde que o preço do Bitcoin (BTC) derreteu até US$ 28 mil recentemente no mercado, a criptomoeda enfrentou uma rápida recuperação e manteve-se acima de US$ 30 mil até então.

De acordo com um vídeo do analista técnico Boo Williams publicado pela FoxBit no Youtube, o preço da criptomoeda até pode voltar a cair, mas não deve perder o suporte de US$ 31 mil, no par BTC/USD.

Sendo assim, logo após buscar esse fundo em US$ 31 mil, a tendência do Bitcoin é reverter a onda de desvalorização, e o BTC pode buscar valores próximos de US$ 38 mil em breve.

Análise do preço do Bitcoin

Agora que o preço do Bitcoin voltou a cair no mercado, a criptomoeda pode encontrar um suporte em US$ 31 mil, segundo uma análise de Boo Williams. O especialista sugere que a criptomoeda vivenciará uma reversão de preço logo após essa queda.

Ou seja, para Boo Williams, o preço do BTC não perderá o importante suporte de US$ 30 mil, assim como aconteceu recentemente. Dessa forma, a atual cotação da criptomoeda está bem próxima do suporte apresentado pelo analista da Foxbit.

“A gente está na mesma situação. O que vai acontecer, do ponto de vista estatístico, nós vamos cair e testar esse fundo. Quando acontece isso, dá tempo para essa linha vermelha aparecer aqui (no gráfico).Seria na casa de US$ 31 mil, US$ 30 mil no máximo.”

Comprar criptomoeda

Enquanto o preço do Bitcoin cai no mercado, o analista Boo Williams reforça que o momento de compra ideal pode estar se aproximando. Para ele, esse momento de compra deve acontecer exatamente quando a criptomoeda se aproximar de US$ 30 mil a US$ 31 mil.

Depois disso, a tendência é de reversão para o preço do Bitcoin, que deve voltar a subir no mercado, seguindo assim o que sugere a previsão técnica do analista da Foxbit.

“Com o tempo suficiente essa linha vermelha (no gráfico) sobe e agora estamos numa condição técnica que permite uma potencial compra por aqui. Seria na casa de US$ 31 mil, US$ 30 mil no máximo. Acho que vamos ter uma possibilidade de compra aqui, quando o gráfico de 120 minutos testa o fundo e para de cair.”

Portanto, depois que buscar o fundo de até US$ 30 mil, o Bitcoin tende a reverter a tendência de queda para uma onda de valorização. Conforme sinaliza Williams no vídeo publicado no Youtube, o BTC deve buscar US$ 36 mil antes de se aproximar de US$ 38 mil.

“Nossos alvos seriam pelo menos US$ 36 mil, e aí depois US$ 38 mil e podemos voltar tudo de novo aqui em cima, perto de US$ 40 mil.”

 

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Paulo José
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Publique seu comentário...
Paulo José 222 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Follow Paulo @