A Coinbase não vai proibir todos os usuários russos, diz o CEO Brian Armstrong

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Março 5, 2022 Updated Março 5, 2022

A Coinbase não vai proibir todos os usuários russos, diz o CEO Brian Armstrong

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Março 5, 2022 Updated Março 5, 2022

Depois de duas exchanges de cripto Binance e Kraken recusaram uma proibição geral aos usuários russos, a Coinbase se juntará a eles! O CEO da Coinbase, Brian Armstrong, confirmou que não estão considerarando proibir todos os usuários russos em sua plataforma.

Leia mais: O CEO da Coinbase afirma que o processo da Ripple está ficando melhor, a Comunidade XRP exige a relistagem

As exchanges de cripto nos EUA estão sob pressão de legisladores após relatos de que a Rússia poderia usar cripto para restringir as sanções pelos EUA, se evadindo  nesta matéria, Armstrong escreveu:

 

“Não estamos proibindo preventivamente todos os russos de utilizarem a Coinbase. Acreditamos que todos merecem acesso a serviços financeiros básicos, a menos que a lei diga o contrário. Alguns russos comuns estão usando criptos como uma tábua de salvação agora que sua moeda entrou em colapso. Muitos deles opõem-se provavelmente ao que o seu país está fazendo, e uma proibição também os prejudicaria”.

 

Entretanto, o CEO da Coinbase faz uma abordagem cautelosa com o objetivo de não ferir os reguladores dos EUA. Ele acrescenta que cada empresa norte-americana tem que seguir a lei do plano, independentemente da classe de ativos seja ouro, propriedade ou cripto.

 

Assim, a Coinbase também seguirá a lei! Mas, em vez de uma proibição abrangente, a Coinbase “bloqueará as transações de endereços IP que possam pertencer a indivíduos ou entidades sancionadas, tal como qualquer outro negócio de serviços financeiros regulamentados”.

Leia mais: SOL aumenta 17% depois que a Coinbase lista tokens de Projeto baseados em Solana pela primeira vez

Pouco risco de oligarcas russos usando cripto para evitar sanções

 

O CEO da Coinbase disse que há pouco risco de os oligarcas russos usarem criptos para evitar sanções. Ele disse que as cripto são um livro aberto que as tornam mais rastreáveis do que usar dinheiro, arte, ouro ou outros ativos em dólares americanos. Acrescenta que mesmo o Tesouro dos EUA e a NSC concordam nesta questão.

 

No seu tweet final, Armstrong menciona: “As sanções são uma questão complexa e a situação está mudando rapidamente, pelo que iremos continuar a trabalhar com a aplicação da lei e com os governos e tomar mais medidas, conforme necessário. Também vamos, naturalmente, continuar a trabalhar para permitir serviços de cripto para o povo da Ucrânia que precisa de ajuda”.

 

Um relatório recente sugere que a narrativa da Rússia que usa cripto para evitar sanções não é totalmente verdadeira. Por outro lado, os mercados NFT como o OpenSea já começaram a limitar o acesso aos usuários a partir das áreas atingidas pelas sanções.

 Leia mais: Super Bowl: O aplicativo da CoinBase salta para a segunda posição na Apple Store após o anúncio do Super Bowl

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
2620 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story