A Crypto.com Visa a Gigante do Oriente Médio Turquia na Última Atualização do App


A Crypto.com Visa a Gigante do Oriente Médio Turquia na Última Atualização do App

A empresa de cripto registrada em Hong-Kong Crypto.com anunciou hoje uma versão em língua turca de seu app e exchange.

O direcionamento para o país pela Crypto.com vem com ela se tornando um player principal no mundo cripto do oriente médio.

Em setembro, o país foi classificado em 29º de 154 países e Índice de Adoção de Cripto Global da Chainalysis—número um na região.

E em uma lista composta principalmente por países europeus em uma Pesquisa Internacional da ING sobre Novas Tecnologias em setembro, o país ficou no topo – com 62% dos cidadãos dizendo terem uma “atitude positiva com as criptomoedas”.

“A Turquia é uma mercado importante para nós, de uma perspectiva geográfica devido à sua localização entre o oriente e o ocidente e à forte afinidade de seus cidadãos com a criptomoeda”, disse Mariana Gospodinova, GM da Europa da Crypto.com. “Um em cada cinco turcos usaram ou possuíram ativos digitais, o que é impressionante”.

A missão da Crypto.com

Apenas nos últimos dois meses, a Crypto.com lançou sete versões atualizadas de seu app em espanhol, francês, coreano, italiano, português, chinês tradicional e simplificado.

O movimento para incluir a Turquia permitirá que a plataforma cripto alcance 75 milhões de falantes de turco.

O app da Crypto.com permite aos usuários comprar e vender sete moedas fiat e mais de 80 criptomoedas. A empresa está correndo para disseminar a adoção de criptomoedas ao redor do mundo.

Nesse mês, a plataforma anunciou que ultrapassou cinco milhões de usuários ao redor do mundo – três meses após ter alcançado a marca de três milhões. A plataforma diz que quer alcançar 100 milhões de usuários dentro de cinco anos.

Por que a Turquia?

Devido à incerteza econômica e política, muitos estão se voltando para os ativos digitais como o Bitcoin e o Ethereum na Turquia. O país foi atingido em cheio pela crise do Covid-19 e a dívida externa e o desemprego estão altos.

Devido à fraqueza da moeda nacional do país, a lira, que esse ano atingiu baixas recorde, os ativos digitais estão se provando uma aposta segura.

De longe, a criptomoeda mais popular na Turquia é o Bitcoin, de acordo com a firma forense de cripto, Chainalysis. As exchanges populares no país incluem a Binance, Huobi e Bitfinex.

Atualmente não existem regulamentos de criptomoedas na Turquia, mas o país está no processo de desenvolvimento de uma estrutura.

O token nativo da Crypto.com, CRO, estava sendo negociado hoje em US$0,078.

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Guilherme de Faria Martins da Silva
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Publique seu comentário...
Guilherme de Faria Martins da Silva 1574 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Follow Guilherme de Faria @