Elon Musk dissolve conselho de administração de 9 pessoas do Twitter para se tornar o único diretor

Por Guilherme de Faria Martins da Silva
Publicados Novembro 1, 2022 Atualizado Novembro 1, 2022
By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Novembro 1, 2022 Updated Novembro 1, 2022

Elon Musk dissolveu o conselho de administração do Twitter, consolidando seu controle sobre a empresa.

 

Após a eliminação do conselho de administração de nove membros do Twitter, Elon Musk é agora o único diretor da empresa de mídia social.

 

Primeiro dia de Musk no Twitter

 

Musk imediatamente demitiu o CEO do Twitter, Parag Agrawal, o CFO Ned Segal e o chefe de política legal, confiança e segurança, Vijaya Gadde, depois de assumir o controle da plataforma de mídia social na noite de quinta-feira. Esta ação confirmou os temores de muitos usuários sobre o tumulto que o controle de Musk provocaria para a plataforma de mídia social.

 

“Em 27 de outubro de 2022, e como resultado da consumação da Fusão, o Sr. Musk tornou-se o único diretor do Twitter”, publicou a empresa na segunda-feira, de acordo com sua redação à SEC.

 

“De acordo com os termos do Acordo de Fusão, a partir do momento efetivo da Fusão, as seguintes pessoas, que foram diretoras do Twitter antes do momento efetivo da Fusão, não são mais diretoras do Twitter: Bret Taylor, Parag Agrawal, Omid Kordestani, David Rosenblatt, Martha Lane Fox, Patrick Pichette, Egon Durban, Fei-Fei e Mimi Alemayehou.”

 

Na quinta-feira, Musk havia tuitado que estava adquirindo o Twitter “porque é importante para o futuro da civilização ter uma praça comum da cidade digital, onde uma ampla gama de crenças pode ser debatida de forma saudável”.

 

A aquisição de US$ 44 bilhões do Twitter foi relatada pela primeira vez em abril deste ano, quando Elon Musk revelou que ele era o maior stakeholder da plataforma com uma participação de 9,2%.

 

Novas mudanças de imediato

 

O bilionário também pretende implementar uma reforma no sistema de verificação do Twitter que faria os usuários verificados pagarem para manter seus cheques azuis, de modo que esse movimento não é de forma alguma o último a resultar da aquisição de Musk. Usuários que estão desconfiados do esquema criticaram o plano proposto, que daria aos usuários verificados 90 dias para assinar a plataforma Twitter Blue por US$ 19,99. Está programado para ser lançado em 7 de novembro.

 

Em notícias relacionadas, mais recentemente, Shonda Rhimes — uma roteirista, produtora e autora de televisão norte-americana, tuitou sua saída do Twitter dizendo:

 

“Não vou ficar por perto para o que Elon planejou. Adeus”, para seus 1,9 milhões de seguidores na manhã de sábado.

Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
Guilherme de Faria Martins da Silva
3258 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story