Empresa cria Plataforma Blockchain para Exército usar em Operações de Guerra e Missões de Paz

By Paulo José
Published Julho 1, 2021 Updated Julho 1, 2021
crypto market

Empresa cria Plataforma Blockchain para Exército usar em Operações de Guerra e Missões de Paz

By Paulo José
Published Julho 1, 2021 Updated Julho 1, 2021
  • Blockchain será usada para armazenar dados de sistemas das Forças Armadas
  • Tecnologia que dá vida ao Bitcoin pode ser usada em missões
  • Plataforma desenvolvida pela Indra também usa inteligência artificial e sensoriamento

Agora a tecnologia blockchain poderá ser uma grande aliada das Forças Armadas do Brasil, que podem adotar uma plataforma baseada nessa tecnologia para missões de paz e operações de guerra.

De acordo com o Segs, a empresa Indra desenvolveu uma plataforma para o gerenciamento de dados relacionados à atuação das Forças Armadas. Além da tecnologia blockchain, a plataforma criada recentemente utiliza sensorização e inteligência artificial.

Assim, a tecnologia blockchain será responsável por gerenciar todas as informações das Forças Armadas, de cadeias de suprimento até a tomada de decisões importantes, como o momento ideal de abastecimento de veículos e aeronaves.

Blockchain nas Forças Armadas

A Indra desenvolveu uma plataforma que utiliza a tecnologia blockchain para gerenciar dados. Conhecida como uma empresa de consultoria e tecnologia, a empresa espanhola presta serviços para as Forças Armadas da Espanha e do Brasil.

Dessa forma, a nova plataforma da Indra pode ser oferecida também ao Exército brasileiro, que pode adotar a tecnologia blockchain para o gerenciamento de toda a cadeia de dados das Forças Armadas.

Segundo o projeto, através da tecnologia blockchain será possível uma interoperabilidade entre sistemas e bancos de dados que não se comunicavam, até então.

Exército brasileiro pode usar tecnologia

Além da blockchain, a plataforma criada pela Indra usa inteligência artificial e sensorização para coletar dados que são armazenados na mesma tecnologia que deu vida ao Bitcoin.

Chamada de “plataforma inteligente de sustentabilidade 4.0”, a tecnologia desenvolvida pela empresa de consultoria promete ser mais eficiente e segura que outros modelos de gerenciamento de dados usados pelo Exército brasileiro.

Da manutenção à logística, a nova plataforma da Indra permitirá uma conexão entre vários sistemas que fazem parte das Forças Armadas. Além disso, o sistema desenvolvido pela empresa espanhola utiliza o armazenamento de dados na nuvem.

Enquanto isso, essa não é primeira vez que a Indra desenvolve novas tecnologias para o Exército brasileiro. Segundo o Defesa.net, faz pouco tempo que a empresa foi escolhida para criar um sistema eletrônico para os veículos de combate com rodas (VCR), também conhecidos como 8×8 Dragon.

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Paulo José
290 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.

Loading Next Story