Jefferies: Ataque da China às Cripto É Apenas para Evitar Competição com Reminbi Digital


Jefferies: Ataque da China às Cripto É Apenas para Evitar Competição com Reminbi Digital

  • Wood observou que a China não quer competição contra o Reminbi digital localmente.
  • Ele observou que o movimento do mercado cripto irá depender amplamente da atitude regulatória do ocidente.


O chefe de estratégia global da Jefferies, Christopher Woods, recentemente publicou uma nota de pesquisa falando sobre a recente ação regulatória do ataque da China contra as criptomoedas. Wood disse que em meio ao ataque da China contra as criptos ela está mais preocupada em anular a competição contra seu próprio CBDC – Reminbi Digital – ao invés de medidas contra pegada de carbono.

“Certamente, o aspecto descentralizado da tecnologia blockchain, que é tão atraente ao libertários contra as fiat como monopólios do estado, é a antítese total ao sistema coletivista chinês. A República Popular da China com certeza entende isso. Isso é certamente uma questão bem mais importante para Pequim do que os aspectos geradores de carbono da mineração de bitcoin.
A China não quer competição quando lançar o renminbi digital nacionalmente, provavelmente no quarto trimestre desse ano,” Wood escreveu.

Wood observa que muito do movimento de mercado cripto e sentimento de investidores depende a atitude regulatória do ocidente. Wood acredita que em oposição à decisão autoritária da China, o ocidente será muito mais receptivo aos ativos digitais considerando as relações em deterioração entre EUA e China.

Os Regulamentos Cripto dos EUA Chegam Ano que Vem

No mês passado, Gary Gensler, o novo presidente indicado da SEC disse que terão um quadro regulatório para as cripto no ano que vem. Wood acredita que, ao contrário da China, o Bitcoin não será banido da noite para o dia nos EUA. O executivo da Jefferies acredita que Gensler quer trazer um novo roteiro regulatório enquanto acrescenta:

“Isso ultimamente seria bem positive já que o bitcoin ou outros criptoativos só podem realmente cumprir seu potencial de rede, em termos de adoção em massa, se eles se tornarem parte do sistema”.

Gensler, que é considerado como amigável ás criptos ainda não demonstrou isso com suas ações. A SEC vem adiando a aprovação de um ETF de Bitcoin nos últimos meses.

Em dezembro de 2020, Jefferies também incluiu Bitcoin em seu portfólio recomendado como parte do fundo de pensão denominado em USD. Jefferies ainda mantém seus ativos de BTC em 5% em seu portfólio.

Leia mais: O Conto de dois Vendedores de Bitcoin a Descoberto na Bitfinex

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Guilherme de Faria Martins da Silva
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Publique seu comentário...
Guilherme de Faria Martins da Silva 1572 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Follow Guilherme de Faria @