Nubank se Aproxima do Bitcoin (BTC) e Explica o que é a ‘Cruz da Morte’ na Criptomoeda


Nubank se Aproxima do Bitcoin (BTC) e Explica o que é a ‘Cruz da Morte’ na Criptomoeda

  • Fintech publica texto sobre famoso indicador de preço no mercado de Bitcoin
  • Nubank explica como a cruz da morte pode derrubar o preço da criptomoeda
  • BTC invade blog do Nubank com uma publicação sobre termos técnicos

Embora a fintech Nubank não ofereça suporte às criptomoedas até então, o famoso cartão de crédito brasileiro decidiu publicar nesta sexta-feira (2) um texto sobre a “cruz da morte” do Bitcoin (BTC).

De acordo com a publicação no blog do Nubank, a cruz da morte é um termo técnico utilizado por analistas do mercado financeiro para exprimir um acontecimento considerado como um indicador de desvalorização da criptomoeda.

No caso do Bitcoin, por exemplo, a cruz da morte pode ser acompanhada recentemente pelos investidores, quando duas médias móveis de preço se cruzaram no gráfico da criptomoeda no mercado.

Bitcoin no Nubank?

O blog do Nubank decidiu publicar um artigo que fala sobre termos técnicos comuns no mercado de criptomoedas. Além disso, o banco digital fez algumas considerações sobre o preço do BTC.

Chamado de “novela do Bitcoin”, o Nubank lembra que nos últimos dias o mercado de criptomoedas foi inundado de publicações sobre a cruz da morte do BTC. Para a fintech, esse indicador “carrega uma mensagem pessimista”.

“Este conceito, comum no mundo dos investimentos, carrega uma mensagem pessimista para quem investe na criptomoeda, uma forte desvalorização pode estar chegando.”

Cruz da morte no BTC

Muitos analistas utilizam indicadores técnicos de preço para esboçar uma previsão para criptomoedas como o Bitcoin. No caso da cruz da morte, esse indicador pode revelar uma queda na cotação em longo prazo.

Conhecido como o cruzamento de médias móveis de preço, a cruz da morte acontece no gráfico do Bitcoin quando a média móvel de 50 dias cruza a média de 200 dias e fica abaixo desse índice.

Dessa forma, o índice tão temido no mercado de criptomoedas pode sinalizar uma desvalorização à caminho do Bitcoin. Recentemente, uma cruz da morte fez o preço da criptomoeda despencar.

“O mesmo aconteceu em junho de 2021. Após a “cruz da morte” derrubar o valor do bitcoin para menos de US$ 30 mil, ele voltou a valer mais de US$ 35 mil novamente e, atualmente, está sendo cotado a US$ 33 mil.”

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Paulo José
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Publique seu comentário...
Paulo José 217 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Follow Paulo @