Os mercados cripto caem à medida que os receios com a inflação começam a recuar, eis por quê

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Agosto 4, 2022 Updated Agosto 4, 2022

Os mercados cripto caem à medida que os receios com a inflação começam a recuar, eis por quê

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Agosto 4, 2022 Updated Agosto 4, 2022

Os mercados cripto voltaram a ficar vermelhos à medida que os preços baixaram nas últimas 24 horas. O movimento lento dos preços poderia ser o início de um outro período baixista, já que muitos especialistas começam a duvidar se a inflação atingiu seu pico.  

 

Depois de ter negociado um valor de até US$24.5 mil, os preços do Bitcoin caíram novamente abaixo dos US$23 mil. Atualmente, está sendo negociado em US$22.8 mil. Ethereum também desceu de US$1.764 no início da semana para um valor tão baixo como US$1.570. Desde então, mobilizou um pouco e está sendo negociado em US$1.622.

 

Ethereum Classic e Cronos também sofreram perdas significativas. 

 

Medos da inflação em ascensão

 

Em entrevista com a CNBC, Adam Parker, CEO e fundador da Trivariate, revelou que acredita que os números da IPC permanecerão elevados. O índice de preços no consumidor é um indicador importante, utilizado pelo Fed para medir a inflação. No entanto, muitos especialistas acreditam que é um indicador de atraso que não vai se acalmar por muito tempo.

 

De acordo com Parker, ele não viu nada do Fed que indique qualquer intenção de supervisão suave. Entretanto, revela que a renda no mercado imobiliário está aumentando 12% anualmente. Um rali no mercado cripto e de ações exigiria um IPC inferior a 2, o que não seria possível sem uma recessão enorme. 

 

Chris Toomey, da Morgan Stanley, também revelou que a inflação não atingiu o pico. Ele também apontou para o estado do PIB global como motivo de preocupação. Segundo ele, essa inflação está sendo vista agora como estrutural, e não transitória.

 

O efeito nas cripto

 

O aumento da inflação pode ter um efeito brutal nos preços das cripto. O Federal Reserve refreou a inflação com um aperto quantitativo e aumentos das taxas de juro. Em junho, o Fed aumentou a taxa em 75 bps, o que resultou num banho de sangue cripto.

 

No entanto, quando os números do IPC de julho apontavam para uma inflação galopante, o mercado cripto não tinha grande parte de uma queda. De acordo com alguns especialistas, o mercado já tinha fixado um preço noutro mau IPC e subsequente subida das taxas de juros. A expectativa era de que os números do IPC melhorarão a partir de agosto e o Fed inverterá o rumo.

 

Outro mau IPC e uma subida invulgarmente grande por parte do Fed podem fazer com que a indústria cripto regresse a um mercado baixista.

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
2812 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story