Polícia Prende Líder de Empresa de Bitcoin e Encontra R$ 20 Milhões em ‘Dinheiro Vivo’


Esposa de Cláudio Oliveira deixa a prisão

Polícia Prende Líder de Empresa de Bitcoin e Encontra R$ 20 Milhões em ‘Dinheiro Vivo’

  • Polícia Federal prendeu Glaidson Acácio dos Santos
  • Empresário era responsável pela GAS Consultoria
  • Empresa prometia 10% de lucro em supostos investimentos em Bitcoin

Pouco tempo depois de ser denunciado pelo Fantástico, o empresário Glaidson Acácio dos Santos foi preso pela Polícia Federal. Apontado como o líder da GAS Consultoria, a empresa é investigada como pirâmide financeira e prometia lucro a partir de investimentos em Bitcoin.

De acordo com o G1, Glaidson foi preso na manhã desta quarta-feira (25) na Barra da Tijuca, durante as atividades da Operação Kryptos. No total, a operação policial cumpriu nove mandados de prisão, entre pedidos temporários e preventivos.

Apontado como líder da GAS Consultoria, Glaidson estava em uma mansão localizada na zona sul do Rio de Janeiro, onde os policiais encontraram mais de R$ 20 milhões em ‘dinheiro vivo’.

Empresário da GAS Consultoria é preso

Deflagrada nesta quarta-feira (25), a Operação Krypton investiga os negócios da GAS Consultoria, que prometia lucros de 10% em supostos investimentos em Bitcoin (BTC).

Em parceria com o Ministério Público Federal (MPF) e a Receita Federal, a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em quatro estados. Além do Rio de Janeiro, policiais participaram da operação em atividades no Distrito Federal, Ceará e São Paulo.

Segundo a investigação sobre o caso, o empresário Glaidson estava em uma mansão no Rio de Janeiro – RJ no momento em que foi detido. Preso preventivamente, além dele a Polícia Federal deteve Tunay Pereira – por envolvimento com o esquema. O segundo detido tentava deixar o Brasil quando foi encontrado pelas autoridades.

R$ 20 milhões em dinheiro

Além de dois envolvidos com a GAS Consultoria, a Operação Krypton cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao negócio com criptomoedas.

No mesmo local onde estava o líder da empresa, a Polícia Federal encontrou R$ 20 milhões em dinheiro vivo. Segundo as autoridades, a fortuna foi encontrada em reais, dólares e euro.

A Polícia Federal também encontrou barras de ouro no endereço em que Glaidson Acácio dos Santos foi preso. No entanto, o valor total das barras do metal precioso não foi divulgado.

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Paulo José
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Publique seu comentário...
Paulo José 218 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Follow Paulo @