Por Que O Grande Endosso De Bitcoin Da Fidelity É Um Grande Negócio

Por Guilherme de Faria Martins da Silva
Publicados Outubro 15, 2020 Atualizado Outubro 15, 2020
By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Outubro 15, 2020 Updated Outubro 15, 2020

A gigante de planejamento financeiro, aposentadoria e gestão de fortunas Fidelity Investments Inc. recomendou recentemente o Bitcoin como uma porcentagem do portfólio, o que pode ser enorme para os mercados se apenas uma fração de seus clientes agirem de acordo com ele.

A Fidelity Digital Assets, uma filial da empresa com foco nos mercados de ativos cripto, divulgou um relatório em outubro intitulado ‘Tese de Investimento em Bitcoin: O Papel do Bitcoin como um Investimento Alternativo’. Nele, o gigante dos investimentos destrinchou a posição do Bitcoin como uma classe de ativos e sugeriu que ele tem vantagens sobre os investimentos financeiros tradicionais.

Correlação Baixa, Alta Chance de Crescimento

Parte dessas vantagens é a baixa correlação do Bitcoin com outros ativos mantidos em um portfólio típico. No começo de 2020 o Bitcoin estava correlacionado ao ouro durante os tempos de incerteza geopolítica, enquanto durante os meses da pandemia ele estava correlaciondao com os mercados de ações. No geral, esse padrão muda e o BTC tem se movido de forma independente no longo prazo.

O relatório afirmou que o Bitcoin é um ativo jovem que, até recentemente, estava separado dos mercados tradicionais, adicionando que conforme for integrado a portfólios institucionais, ele poderia cada vez mais se correlacionar com outros ativos.

O relatório considerou um portfólio com uma alocação alvo de 5% em Bitcoin onde os investidores poderiam aplicar “uma estratégia de rebalanceamento disciplinado” dependendo de seu desempenho. A Fidelity afirmou que apenas uma pequena porcentagem de crescimento poderia rapidamente tornar o Bitcoin em um mercado de multi-trilhões de dólares.

“Se o Bitcoin capturasse 5% do mercado de alternativas conforme medido pela CAIA (Chartered Alternative Investment Analysts), isso equivaleria a um crescimento incremental de US$670 bilhões em seu tamanho de mercado. Se fosse para capturar 10%, isso expandiria seu tamanho de mercado em US$1,3 trilhão.”

Reações da comunidade Bitcoin

Jason Yanowitz, do BlockWorks Group, sugeriu que esse era um grande negócio para uma empresa com US$3,3 trilhões de ativos sob gestão e que poderia resultar em grandes influxos de capital;

O popular analista e trader ‘dave the wave’ também acrescentou;
“Este é o tipo de jogada conservadora do dinheiro institucional que empurrará o BTC para cima neste ciclo.”

Enquanto o cripto YouTuber Lark Davis, mais conhecido como ‘The Crypto Cotovia’ exclamou;

“UAU! Fidelity agora diz que #bitcoin deve ser 5% da carteira de um investidor! Você ouve aquele estrondo distante? Os altistas estão chegando, vai ser uma estouro de manada!”

O interesse institucional no Bitcoin aumentou este ano, impulsionado pela atual adversidade econômica exacerbada pelo estímulo fiscal do banco central e pela fabricação de dinheiro, o que só contribui para esse sentimento.

Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
Guilherme de Faria Martins da Silva
3261 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story