A recuperação do preço do Bitcoin chega em US$35.000 com o bilionário Mark Cuban chamando o ouro de inútil como hedge contra a inflação

Por Guilherme de Faria Martins da Silva
Publicados Junho 24, 2021 Atualizado Junho 24, 2021
By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Junho 24, 2021 Updated Junho 24, 2021
  • O recuo do Bitcoin dos US$35.000 poderia acionar mais declínios para US$30.000.
  • O bilionário Mark Cuban acredita que o Bitcoin é melhor do que o ouro em quase todas as perspectivas.


O Bitcoin fez um swing para uma recuperação após a grande venda para US$29.000 no começo da semana. A principal criptomoeda fechou o intervalo para US$35.000, mas falhou em sustentar a tendência ascendente para US$40.000.

Um recuo se seguiu após um aumento na pressão superior, levando a perdas para US$32.000. Se os altistas falharem em lançar outra missão de ataque para os US$40.000, o Bitcoin pode cair para US$30.000 com as ordens de venda sendo acionadas.

O Bilionário Mark Cuban diz que (Bitcoin) é melhor que ouro

O Bitcoin, desde o começo, foi promovido como o ouro digital. De acordo com o investidor bilionário e empreendedor Mark Cuban, o Bitcoin é melhor do que o ouro, quase em todos os padrões. Por exemplo, ele delineia que o BTC é mais fácil de negociar, converter, fracionar e transferir.

“É MELHOR do que o ouro. Sem preocupações com armazenamento. Fácil de transferir. Fácil de negociar. Fácil de converter. Não requer intermediário. Pode ser fracionado. O maior desafio do BTC? Sem comerciais do tipo William Devane e todas as pessoas que acreditam que o ouro é um hedge contra a inflação https://t.co/lZWPApMOHq”
— Mark Cuban (@mcuban) June 21, 2021

Em relação a fazer hedge contra a inflação, tanto o Bitcoin quanto o ouro são usados. No entanto, Cuban diz que o metal precioso “é inútil, basicamente em tudo, mas particularmente como um hedge.” Em sua opinião, o “BTC é um ativo digital que é semelhante ao ouro porque os dois são impulsionados principalmente por oferta e demanda. O BTC faz um trabalho melhor com ambos.”

Nesse interim, o preço do Bitcoin era negociado em US$35.500 no momento em que esse artigo foi escrito. O principal objetivo é garantir um suporte mais elevado, de preferência em US$32.000, para dar continuidade à tendência ascendente.

No entanto, o Índice de Força Relativa (IFR) confirma a pegada baixista crescente. Assim, há uma grande probabilidade do Bitcoin revisitar o suporte em US$31.000 antes de uma recuperação significativa entrar em cena.

Gráfico de quatro horas do BTC/USD

BTC/USD price chart
Gráfico do preço do BTC/USD por Tradingview


Na valorização, o Bitcoin precisa assentar acima do limite da faixa superior em US$35.000 para reforçar a presença dos altistas no mercado. Além disso, a MACD ainda está em um cenário altista, sugerindo a capacidade dos altista sustentarem a tendência ascendente no curto prazo.

Níveis intradiários do Bitcoin

Taxa Spot: US$32.500
Tendência: Baixista
Volatilidade: Baixa
Suporte: US$31.000
Resistência: US$35.000

 

Leia mais: Bolsa de Valores (B3) Negocia ETF 100% de Bitcoin por Apenas R$ 10

Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
Guilherme de Faria Martins da Silva
3261 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story