Token DeFi Pioneiro Pluton (PLU) Recebe US$5 Milhões Em Apoio Institucional


Token DeFi Pioneiro Pluton (PLU) Recebe US$5 Milhões Em Apoio Institucional

Com o mercado altista crescendo e novas altas históricas se tornando uma ocorrência regular, a capacidade de realizar imediatamente ganhos com criptos e gastar nas lojas é uma oferta de produto atraente.

As empresas estão cada vez mais encontrando valor em programas de cartões e houve uma tentativa apressada de fazê-los funcionar. Vimos isso com empresas como a Binance que comprou a Swipe ano passado para rastrear temporariamente seu programa de cartões antes de satisfazer os requisitos necessários para lançar seus próprios cartões cripto com a bandeira Binance.

Programas de cartões são caros e levam meses para serem desenvolvidos devido à burocracia desafiadora e tempos de fabricação lentos. No entanto, a demanda por eles está aumentando cada vez mais conforme evidenciado pela crypto.com, possivelmente a maior provedora de cartões cripto por contagem de usuários, ultrapassando os 10 milhões de clientes.

Problemas Surgindo

Apesar da atração crescente dos programas de cartão, houve alguns problemas subjacentes surgindo nesse aumento; predominantemente a natureza centralizada de tais empresas.

Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin, menciona diversas vezes sua oposição à centralização e intermediação de terceiros.

“Com as e-moedas baseadas em provas criptográficas, sem a necessidade de confiar em um terceiro como intermediário, o dinheiro pode ser seguro e as transações sem dificuldade.”
“O problema central com a moeda convencional é toda a confiança exigida para fazê-la funcionar.”
“Muitas pessoas dispensam as e-moedas como uma causa Perdida por conta de todas as empresas que faliram na década de 1990. Espero que seja óbvio que foi somente a natureza de controle centralizado desses sistemas que os fez cair.”

Ainda assim, quase todos os cartões cripto no mercado (Coinbase, Binance, Revolut, Crypto.com, Wirex, etc.) exigem que o usuário confie na empresa com a posse de suas cripto. Ironicamente, o mercado cripto está se afastando de tudo que valoriza – independência financeira.

Problemas Surgindo

Uma start-up que quis mudar isso foi a Plutus, uma start-up cripto que vem trabalhando com tecnologia de ponta desde 2015. A Plutus criou o primeiro Cartão Cripto DeFi do mundo. O que isso significa?

Isso significa que você pode conectar qualquer carteira de sua escolha e reter as chaves privadas ao invés de ter que confiá-las às provedoras de cartão. Isso quer dizer que o usuário possui o controle total e titularidade sobre suas criptos a todo momento; sem ser cortado de sua carteira cripto ou ter as transações censuradas.

Ao invés de uma exchange centralizada, a Plutus usa uma exchange peer-to-peer (ponto a ponto) para facilitar as conversões de cripto para fiat antes de você gastar nas lojas, isso quer dizer que o usuário nunca tem que confiar seus ativos a um terceiro.

Esse são desenvolvimento monumentais que alinham a Plutus muito perto do ethos das criptos.

Os problemas com a Plutus

Os produtos DeFi como os da Plutus são significativamente mais desafiadores de serem construídos, muito por conta de ser território inexplorado que exige pesquisa e desenvolvimento lentos. A Plutus levou tempo desenvolvendo algumas tecnologias incrivelmente inovadoras, mas nesse ínterim, os concorrentes centralizados conseguiram abarcar a fatia de mercado.

No entanto, com um apoio recente de US$5 milhões de um fundo cripto proeminente, o Alphabit; a Plutus está em uma posição forte para começar rapidamente a adquirir usuários e reclamar uma grande fatia do mercado. A Plutus atualmente possui 35.000 usuários, mas com uma USP forte que a distingue do resto, o potencial de valorização para a Plutus e seu token nativo Pluton (PLU) é enorme.

De fato, nos últimos sete dias o valor dos tokens subiu mais de 104%, e com uma capitalização de mercado 130 vezes menor que os concorrentes, ainda há muitas possibilidades.

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Guilherme de Faria Martins da Silva
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Publique seu comentário...
Guilherme de Faria Martins da Silva 1567 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.
Follow Guilherme de Faria @