Últimas Notícias: BitMEX Restringe Traders Japoneses em Sua Plataforma; Aqui Está o Porquê

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Abril 29, 2020 Updated Abril 29, 2020
WikiMedia Commons

Últimas Notícias: BitMEX Restringe Traders Japoneses em Sua Plataforma; Aqui Está o Porquê

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Abril 29, 2020 Updated Abril 29, 2020

BitMex barrará traders japoneses de sua platforma.

Numa notícia publicada alguns minutos atrás, a Plataforma de derivativos de criptomoeda com base em Seychelles disse que a partir de 30 de abril novos traders do Japão serão barrados de criar contas enquanto clientes já registrados não conseguirão emitir novas ordens a partir de 1 de maio.

Essa é uma resposta a uma nova ordem do gabinete e as emendas ao Ato de Instrumentos Financeiros e Exchanges do Japão e Serviços de Pagamento do Japão que entrarão em vigor a partir de 1 de maio de 2020.

É uma pancada, não apenas para traders, mas para o ecossistema maior de criptomoedas considerando o papel o papel de rampa sendo um dos maiores do mundo e, portanto, um dos mais líquidos permitindo o fluxo livre de fundos dentro e fora do Bitcoin e outros ativos digitais suportados.

Parte da notícia diz:

“Entrando em vigor a partir das 23:00:00 JST de 30 de abril de 2020 (para usuários que se registrarem pela primeira vez) e 00:00:00 JST de 1 de maio de 2020 (para usuários já registrados), estamos restringindo acesso a usuários que são residentes no Japão.”
“Isso quer dizer que um usuário que é um residente no Japão se registrando na plataforma BitMEX pela primeira vez não pode negociar e quaisquer clientes registrados existentes que são residentes no Japão não podem emitir ordens para abrir uma nova posição ou aumentar uma posição aberta existente.”

Em 2019, o gabinete japonês aprovou o Ato de Serviços de Pagamento (PSA) e o Ato de Instrumentos Financeiros e Exchange (FIEA) introduzindo mudanças novas para regular as criptomoedas e negociação e custódia de ativos digitais. Essas leis de fato darão um status legal aos ativos digitais num país onde até agora não havia leis claras definindo o que eles eram.

Após a aplicação, os ativos digitais serão identificados como criptoativos ao invés de moedas virtuais com um controle mais rígido sobre os custodiantes de cripto.
Sob a FIEA, STOs e ICOs, que são novos métodos de crowd funding para projetos com base em blockchain também serão definidos.

As exchanges de criptomoedas também estão sob o aperto do principal regulador do país, a FSA, terão que segregar fundos.

As exchanges de cripto do Japão precisarão obter serviços de uma terceira parte para guardar os fundos do cliente com segurança. Além disso, todas as formas de derivativos de cripto serão reguladas pela FIEA.

Para obter a análise diária de preços, Siga-nos no TradingView

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
2788 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story