Atlas Quantum tem 48 Horas para Pagar Quase R$ 500 Mil em Bitcoin para Cliente com Saque em Atraso

By Paulo José
Published Julho 26, 2021 Updated Julho 26, 2021

Atlas Quantum tem 48 Horas para Pagar Quase R$ 500 Mil em Bitcoin para Cliente com Saque em Atraso

By Paulo José
Published Julho 26, 2021 Updated Julho 26, 2021
  • Justiça determina prazo de 48 horas para Atlas Quantum pagar voluntariamente cliente
  • Dívida de Bitcoin de quase R$ 500 mil se arrasta desde 2019
  • Bloqueio de bens é apresentado como alternativa em caso de descumprimento do prazo

Depois de suspender os saques na plataforma há dois anos, a Atlas Quantum foi condenada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a devolver quase R$ 500 mil para um ex-cliente da empresa de arbitragem em criptomoedas.

De acordo com a decisão judicial sobre o caso, a Atlas Quantum possui apenas 48 horas para devolver voluntariamente o valor em Bitcoins que pertence ao investidor que moveu uma ação contra a empresa.

No total, o proponente da ação solicita o pagamento da dívida de R$ 445.795 à Justiça, valor que corresponde ao investimento que ele fez em criptomoedas enquanto era cliente da Atlas Quantum.

Atlas Quantum tem 48 horas para pagar cliente

Embora a decisão judicial enfatiza que a obrigação da Atlas Quanto é voluntária, a empresa possui 48 horas para depositar o valor devido ao ex-cliente do negócio. Em caso de descumprimento do pagamento da dívida, a Justiça poderá tomar outras medidas em relação ao caso.

Segundo narra o ex-cliente da Atlas Quantum, ele investiu em Bitcoins através da Atlas Quantum, ainda em 2019, momento em que a plataforma ainda operava no Brasil.

Desde então, com a suspensão dos saques posteriormente à um comunicado da CVM, o autor da ação comenta que não conseguiu reaver suas criptomoedas que eram usadas em operações de arbitragem.

Assim, sem conseguir receber da Atlas Quantum, o investidor de Bitcoin decidiu procurar a Justiça, para que o valor de quase R$ 500 mil em criptomoedas seja pago à ele.

“Afirma ter tentado resolver a questão extrajudicialmente, mas não obteve êxito. Com efeito, os documentos juntados com a petição inicial demonstram a probabilidade do direito e o perigo de dano, apontando que o autor não consegue sacar os Bitcoins (valor investido), tendo a própria ré admitido o bloqueio dos saques e/ou o descumprimento de prazos nos saques na plataforma.”

Bloqueio de bens

Além do pedido de pagamento em 48 horas, a Justiça determinou outras providências no caso da dívida de quase R$ 500 mil da Atlas Quantum com um cliente de São Paulo-SP.

Assim, caso a empresa não pague o cliente no tempo estipulado pela decisão judicial, o bloqueio de bens em nome da Atlas Quantum poderá ser o próximo passo dado pela Justiça em busca de resolver a dívida de Bitcoin.

“Trata-se de pedido de tutela de urgência para obrigar as rés a realizar o depósito voluntário, no prazo máximo de 48 horas, ou, subsidiariamente, para que este Juízo proceda ao bloqueio de tantos bens quantos forem necessários, mediante arresto patrimonial e bloqueio pelos sistemas Sisbajud, Renajud, Infojud e Infoseg.”

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Paulo José
456 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.

Loading Next Story