Ethereum na Bolsa de Valores: Brasil Aprova Primeiro ETF ‘100% Ether’ da América Latina


Ethereum na Bolsa de Valores: Brasil Aprova Primeiro ETF ‘100% Ether’ da América Latina

  • Bolsa de Valores do Brasil terá ETF 100% Ethereum da QR Asset Management
  • Fundo com criptomoeda será o primeiro do tipo a ser criado na América Latina
  • Em breve os investidores poderão negociar ETH na B3

Depois de aprovar recentemente três fundos ETFs dedicados às criptomoedas, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou a criação de mais um ETF, que foi criado pela QR Asset Management.

Assim, dedicado integralmente a altcoin Ether (ETH), que faz parte da rede Ethereum, o ETF QETH11 estará disponível em breve na Bolsa de Valores do Brasil (B3), de acordo com o Valor Investe.

Segundo o projeto do ETF 100% Ethereum, esse é o primeiro fundo do tipo criado na América Latina. Antes do Brasil, somente no Canadá existia um ETF 100% em ETH.

ETF de Ethereum no Brasil

Em breve os investidores que atuam na Bolsa de Valores do Brasil poderão negociar cotas do ETF de Ethereum lançado pela QR Asset Management. De acordo com o cronograma de lançamento, ainda não há data prevista para a estreia do QETH11 na B3.

Além disso, não foi informado qual será o preço de cada cota do ETF dedicado à criptomoeda Ethereum. Com uma composição de preço atrelada a outro índice, o ETH de ETH da QR Asset Management seguirá o valor apresentado pelo CME CF Ether Reference Rate.

Embora a QR Asset Management seja apresentada como a empresa responsável pela criação do ETF QETH11, será a empresa Gemini a plataforma responsável por custodiar os investimentos no fundo para criptomoedas.

Outros fundos para criptomoedas

Pouco antes do ETF de Ethereum da QR Asset Management ser aprovado pela CVM, o mercado financeiro ganhou outro ETF, que foi lançado recentemente, conforme noticiou o Coingape.

Assim como o QETH11, o fundo ETF QBTC11 é dedicado totalmente ao Bitcoin, e pertence à QR Asset Management, a mesma empresa que conseguiu aprovar o fundo 100% Ethereum.

Além desse fundo, a Hashdex é responsável por outros dois ETFs que existem no mercado. O primeiro deles é um ETF misto, chamado HASH11, e que possui exposição em várias criptomoedas, além do Bitcoin.

O outro fundo criado pela Hashdex é o BITH11, que assim como o QBTC11, é dedicado 100% ao Bitcoin.

Enquanto o QETH11 ainda será lançado no mercado em breve, o BITH11 já está sendo negociado previamente através de reservas de investidores. Segundo o lançamento desse outro ETF, o fundo estará disponível em agosto de 2021 na Bolsa de Valores, com cotas a partir de R$ 50.

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Paulo José
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Publique seu comentário...
Paulo José 182 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Follow Paulo @