NFT do fundador do WikiLeaks arrecada US$ 53 milhões em ethereum

By Paulo José
Published Fevereiro 10, 2022 Updated Fevereiro 10, 2022

NFT do fundador do WikiLeaks arrecada US$ 53 milhões em ethereum

By Paulo José
Published Fevereiro 10, 2022 Updated Fevereiro 10, 2022

Mais de US$ 53 milhões foram arrecadados durante a venda de um NFT relacionado a prisão de Julian Assange. A negociação aconteceu durante nesta quarta-feira (9), logo após o leilão da arte digital chegar ao fim.

Em busca de garantir recursos para a defesa do fundador da WikiLeaks, uma coleção de tokens não fungíveis (NFTs) foi criada pelo artista digital Pak, em parceria com Julian Assange.

O NFT vendido por mais de US$ 53 milhões faz parte desta coleção, que foi à venda entre os dias 7 e 9 de fevereiro de 2022. No total, o comprador pagou 17.422 unidades de ether (ETH) pelo token raro.

Com apenas uma unidade, o NFT foi vendido por US$ 53 milhões fala sobre o tempo que Julian Assange está preso. Com uma atualização em tempo real, a obra de arte foi a principal peça da coleção negociada através do leilão.

De acordo com a venda do token, um grupo de apoiadores de Julian Assange decidiu comprar o token de forma fracionada. Eles criaram uma organização chamada AssangeDAO e compraram o NFT por mais de US$ 53 milhões.

Desde abril de 2019 Julian Assange está preso e aguarda um processo de extradição para os Estados Unidos. Acusado de 18 crimes, o criador do WikiLeaks ganhou uma chance de apresentar defesa diante do caso no Reino Unido, antes da extradição acontecer.

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Paulo José
440 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.

Loading Next Story