É Por Isso Que os Investidores do XRP estão Processando a Apple?

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Setembro 20, 2021 Updated Setembro 20, 2021

É Por Isso Que os Investidores do XRP estão Processando a Apple?

By Guilherme de Faria Martins da Silva
Published Setembro 20, 2021 Updated Setembro 20, 2021

A Apple não conseguiu triar um dos seus aplicativos na App Store e, agora, temos mais um processo na moda. O aplicativo fraudulento, Toast Plus, disfarçado de carteira cripto, Toast Wallet deu um golpe nos usuários para extrair o XRP das carteiras dos usuários através de ataques de phishing.

A ação de classe Diep vs. Apple teve a Hadona Diep, uma vítima de ataque de phishing do Toast Plus, abordando o tribunal para processar a Apple por intencionalmente liberar os hackers através do processo de análise dos aplicativos da App Store, o que, por sua vez, levou à perda dos ativos digitais dos usuários. O processo alegava que a Tech Giant permitiu o hack e a violação, independentemente do seu conhecimento da sua intenção maliciosa. Além disso, a Apple também não alertava os usuários de que os seus detalhes financeiros estavam comprometidos num esquema fraudulento.

Leia mais: Processo da XRP: Eis Porque Os Especialistas Pensam Que a Ripple Poderia Vencer o Caso Contra a SEC

“Esta ação é uma ação de classe para danos ao abrigo das leis federais e estaduais dos Estados Unidos, procurando uma solução legal para as violações dessas mesmas leis por parte do réu, participando e ou permitindo “pirataria” e “violação” das informações da conta financeira e roubo real de ativos financeiros pessoais, ao autorizar um aplicativo malicioso na “App Store” e manter a mesma, apesar do conhecimento da atividade criminosa, e das falhas adicionais do réu em notificar o queixoso e os Membros da Classe de que as suas informações financeiras tinham sido comprometidas.”, declarou a carta de ação judicial.

Leia mais: O Trader Veterano Peter Brandt Está Estreando no XRP. Aqui Está o Que Pode Fazer Com Que Seu Preço Chegue na Alta Histórica

A Apple falhou em Triar Aplicativos

A Apple, que se orgulha do seu protocolo de segurança, aplica um procedimento de verificação rigoroso e minucioso para permitir que os aplicativos sejam visíveis na sua App Store. No entanto, o processo destaca que este processo inclui a responsabilidade de adquirir o caso de uso do aplicativo, o código-fonte, os guias do usuário e a documentação do software.

Doravante, a Apple é culpada de não ter vetado o Toast Plus, e isso torna-a responsável pelo pagamento de danos legais de “US$10.000 ou US$100 por dia”, por cada dia de violação, “danos reais e punitivos, honorários razoáveis de advogados e lucros do réu obtidos das violações acima descritas.”

“Porque a réu sabia, ou pelo menos pensava que sabia, que a Apple tria completamente os aplicativos antes de permitir esses na App Store, a réu transferiu o aplicativo conhecido como Toast Plus na Apple Store no seu iPhone ou em torno de março de 2020.”

Leia mais: 

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Guilherme de Faria Martins da Silva
1795 artigos
Escritor de conteúdo experiente em investimento e domínio de blockchain. Recentemente, obteve a certificação de Agente Autônomo de Investimento. Prospecto e planilhas de fundos de investimento, informações técnicas e comerciais relacionadas a produtos de investimento, white papers, white papers técnicos, sites e postagens em mídias sociais.

Loading Next Story