Picanha, Linguiça e Celular são Encontrados na Cela do ‘Faraó dos Bitcoins’

By Paulo José
Published Setembro 29, 2021 Updated Setembro 29, 2021

Picanha, Linguiça e Celular são Encontrados na Cela do ‘Faraó dos Bitcoins’

By Paulo José
Published Setembro 29, 2021 Updated Setembro 29, 2021
  • Faraó dos Bitcoin foi pego com celulares e carne de primeira na cela
  • Materiais ilícitos fez Glaidson Acácio ser transferido
  • Gerência de presídio foi demitida depois do flagrante

Depois de mais de um mês na prisão, Glaidson Acácio dos Santos está vivendo uma vida com conforto atrás das grades. Em uma vistoria na cela do empresário conhecido como “faraó dos Bitcoins”, a polícia encontrou celulares, picanha e linguiça.

Considerados itens de luxo dentro de uma prisão, onde somente alimentos controlados pela administração penitenciária são permitidos, Glaidson foi transferido para uma unidade de segurança máxima depois da descoberta das autoridades.

De acordo com investigação sobre o caso, a polícia recebeu uma denúncia anônima sobre itens proibidos que estariam na cela do empresário apontado como líder da empresa GAS Consultoria.

Vistoria em cela do Faraó dos Bitcoins

Glaidson foi apontado como o “faraó dos Bitcoins”, por movimentar mais de R$ 38 bilhões em um negócio que prometia lucro de 10% mensal a partir de supostos investimentos em criptomoedas.

Logo após receber a denúncia sobre materiais proibidos na cela do empresário, a Secretária de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) realizou uma vistoria no local.

Além de picanha e linguiça, na cela do empresário tinha aparelhos celulares. Preso desde o dia 25 de agosto de 2021 na Cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza, o faraó dos Bitcoin está no complexo penitenciário de Gericinó, que fica em Bangu.

Além de Glaidson, a revista das celas encontrou materiais não permitidos na cela de Tunay Pereira Lima, também apontado como um dos envolvidos com os negócios da GAS Consultoria.

Como resultado da vistoria, as autoridades decidiram demitir a direção da prisão onde Gleidson estava detido. Logo após cometer a infração, o faraó dos Bitcoin e Tunay Pereira serão transferidos para Laércio da Costa Pellegrino, uma unidade prisional de segurança máxima.

Polícia encontrou carnes e celulares (Reprodução/SEAPJF)

Esquema da Gas Consultoria

Preso no dia 25 de agosto de 2021, Glaidson Acácio dos Santos pode responder por alguns crimes ao líder dos negócios da Gas Consultoria. Investigada como pirâmide financeira, a plataforma oferecia alta rentabilidade aos usuários, com a promessa de investimento em criptomoedas.

O líder da Gas Consultoria foi preso há um mês, durante a Operação Kryptos. No total, 22 pessoas foram indiciadas por participação no esquema, que movimentou mais de R$ 38 bilhões.

Conforme noticiou o Coingape, os negócios da GAS Consultoria continuaram a ser operados em Miami. Antes mesmo da Operação Kryptos, Mirelis Yoseline Diaz Serpa, esposa do faraó dos Bitcoins, fugiu do Brasil e está movimentando a conta da empresa.

CoinGape Twitter

Isenção de responsabilidade
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
sobre o autor
Paulo José
290 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.

Loading Next Story