Primeiro SMS do mundo é transformado em NFT que pode valer R$ 1,3 milhão

.
Por Paulo José
Publicados dezembro 17, 2021 Atualizado dezembro 17, 2021
Bnance sorteará vouchers que podem comprar iPhone 13 Pro
By Paulo José
Published dezembro 17, 2021 Updated dezembro 17, 2021

Antes do WhatsApp predominar o meio de conversação através de aparelhos móveis, os primeiros celulares enviavam mensagens conhecidas como SMS. Há quase 30 anos o primeiro SMS foi enviado entre funcionários da Vodafone, e agora essa mensagem poderá ser leiloada por cerca de R$ 1,3 milhão.

Na verdade, o primeiro SMS do mundo foi transformado em um token não fungível (NFT) raro, com uma única emissão. De acordo com o Daily Mail, o primeiro SMS foi enviado no dia 3 de dezembro de 1992.

O arquivo corresponde a uma mensagem enviada pelo programador britânico Neil Papworth pelo computador, que desejou “Feliz Natal” para o amigo Richard Jarvis através do Short Message Service (SMS).

Talvez essa seja a mensagem natalina mais cara da história que irá a leilão na próxima terça-feira (21). Os criadores por trás do SMS planejam arrecadar quase R$ 1,3 milhão com a arte digital.

Leia Mais: Padre Cícero é transformado em NFT que vale mais de R$ 540 mil

A mensagem, enviada de um computador e recebida em um aparelho Orbitel 901, inaugurou um novo serviço entre celulares que foi sendo modificado nas últimas décadas com a evolução tecnológica, resultando em aplicativos como WhatsApp e Telegram atualmente.

A venda do primeiro SMS transformado em token NFT acontecerá no dia 21 de dezembro de 2021 através da empresa Aguttes, considerada a primeira casa de leilões independente da França.

“Esta primeira mensagem de texto recebida em 1992 é um testamento histórico para o progresso humano e tecnológico, estamos muito satisfeitos por poder apoiar a venda desta peça marcante da história por esta causa.”

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
O conteúdo apresentado pode incluir a opinião pessoal do autor e está sujeito às condições de mercado. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou a publicação não tem qualquer responsabilidade por sua perda financeira pessoal.
Paulo José
456 Artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.

Loading Next Story