Aposentado Perde R$ 800 Mil em Golpe com Criptomoedas que Prometia 10% de Lucro ao Mês


Crypto Scams

Aposentado Perde R$ 800 Mil em Golpe com Criptomoedas que Prometia 10% de Lucro ao Mês

  • Idoso investiu em esquema que prometia lucro mensal de 10%
  • Golpe prometia investimento em criptomoedas
  • Polícia deflagrou Operação Criptogolpe depois de denúncia

Mais uma vítima de golpe com criptomoedas relata como perdeu dinheiro após acreditar na promessa de lucro fácil. Sem ter o nome revelado, um aposentado de 87 anos investiu R$ 800 mil em um negócio que prometia 10% de lucro ao mês.

De acordo com a investigação sobre o caso, o idoso de 87 anos foi atraído pelo esquema pela própria gerente do banco no qual ele possuía uma conta. Ao confiar nela, ele decidiu investir R$ 800 mil em um esquema que prometia alto retorno com supostos investimentos em criptomoedas.

Sem conseguir reaver a quantia investida no negócio indicado pela ex-gerente de banco, o idoso denunciou o golpe ao Ministério Público, que iniciou uma investigação que culminou na Operação Criptogolpe.

Aposentado perdeu R$ 800 mil

Deflagrada no início de setembro de 2021, a Operação Criptogolpe investigou um esquema financeiro envolvendo a promessa de lucro fácil com suspostos investimentos em criptomoedas em São Paulo.

No total, a operação policial cumpriu dez mandados de busca e apreensão depois de iniciar a investigação sobre o negócio que oferecia 10% de lucro ao mês. Além da capital, a Operação Criptogolpe foi deflagrada em cidades paulistas como Araçoiba da Serra, Barueri e Sorocaba.

De acordo com a investigação, o idoso de 87 anos foi atraído pelo negócio por uma ex-gerente de banco que ele confiava. Ela prometeu o lucro de 10% ao mês em um esquema que supostamente investia em criptomoedas.

Inicialmente, o investidor decidiu aplicar R$ 400 mil no esquema, esperando receber R$ 40 mil por mês. Como ele recebeu o primeiro pagamento, confiou no negócio e decidiu investir mais R$ 400 mil, com a promessa de receber R$ 80 mil mensais.

Sem pagamento de criptomoedas

No entanto, logo após o primeiro mês o investidor conta que enfrentou problemas para sacar o dinheiro investido. Além dele, a filha decidiu entrar no negócio e tinha depositado R$ 50 mil no esquema, depois de ver o pai sacar o primeiro pagamento.

No total, a família investiu R$ 850 mil e conseguiu sacar apenas R$ 40 mil. Segundo a Gaeco, o grupo movimentou R$ 1,4 milhão. Ao investigar o negócio, as autoridades descobriram que o dinheiro não era investido em criptomoedas.

Na verdade, os acusados usavam o dinheiro do próprio investidor para fazer o pagamento da primeira parcela do suposto lucro. Sem aplicar nada em criptomoedas, o nome delas foi usado apenas para atrair investidores com a oferta de lucro fácil.

Além de computadores e carro de luxo, a Operação Criptogolpe encontrou um certificado de R$ 150 milhões em posse de um dos investigados. Segundo o aposentado que perdeu R$ 800 mil, ele está tentando um acordo judicial para receber o dinheiro investido.

CoinGape Twitter

Assine nossa newsletter gratuitamente

Disclaimer A Coingape está comprometida em seguir os mais altos padrões de jornalismo e, portanto, segue uma política editorial rigorosa. Dessa forma, a CoinGape toma todas as medidas para garantir que os fatos apresentados em seus artigos sejam precisos.
Isenção de responsabilidade: As opiniões, previsões, posições ou estratégias expressadas pelos autores e pelos que fornecem comentários são apenas suas e não refletem necessariamente as opiniões, previsões, posições ou estratégias da CoinGape. Faça sua pesquisa de mercado antes de investir em criptomoedas. O autor ou publicação não se responsabiliza por sua perda financeira pessoal.
Author: Paulo José
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Publique seu comentário...
Paulo José 189 artigos
Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Ele conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos depois. Ele trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas e atualmente é um dos contribuidores do CoinGape.
Follow Paulo @